Bernie Sanders Bernie Sanders

Bernie Sanders diz que americanos estavam “ativos” contra Bolsonaro antes da eleição

Bernie Sanders afirma que americanos estavam ‘ativos’ antes das eleições brasileiras de 2022 por medo de golpe de Bolsonaro

O senador Bernie Sanders, representante da ala esquerda nos Estados Unidos, afirma que os americanos estavam “ativos” antes da eleição presidencial no Brasil em 2022, temendo que o presidente naquela época, (PL), pudesse realizar um “golpe” no país. Sanders, uma figura chave no movimento progressista americano, tem a intenção de concorrer novamente ao cargo este ano.

“Como você sabe, estávamos ativos antes da eleição para garantir que Bolsonaro não desse um golpe”, foi o que Sanders afirmou em uma entrevista divulgada pela Folha de São Paulo nesta segunda-feira (3). Ele, no entanto, não forneceu detalhes sobre como os políticos da esquerda do país estavam agindo para prevenir isso.

Ele continuou, dizendo que enxerga no presidente Luiz Inácio da Silva (PT) uma liderança progressista, mesmo sem acompanhar de perto a política brasileira. Ele acredita que Lula venceu a eleição presidencial de 2022 por estar “ciente das lutas das pessoas pobres e trabalhadoras”. “Se os líderes políticos virarem as costas para elas, essas pessoas vão desistir da democracia”, emendou.

Além da atenção a Bolsonaro, Sanders diz que há uma “ameaça crescente da direita” no mundo – como Brasil, EUA e – e que isso provoca um “desacordo sobre ideias” para “manter a democracia”.

Bernie Sanders, um dos maiores opositores do ex-presidente – aliado próximo de Bolsonaro – expressou um “medo real” de que e seus “seus amigos” para tentar “minar os alicerces da democracia”.

“Tudo o que posso dizer é que farei tudo o que puder para garantir que Trump seja derrotado”, completou.

O parlamentar expressa preocupação com uma possível vitória de Trump na eleição deste ano, declarando que “seria extremamente perigoso, draconiano e provavelmente muito pior do que seu primeiro mandato. Acho que ele seja um homem raivoso. Ele não acredita nos fundamentos da democracia, no Estado de Direito”.

“Ele acha a mudança climática uma farsa. Quer dar mais isenções fiscais para bilionários. Quer tirar o direito das mulheres de controlar seus próprios corpos. A eleição de Trump seria um desastre”, disparou.

Nos EUA, Sanders recebe críticas por desejar disputar outro mandato de senador devido à sua idade avançada de 82 anos. Ele é comparado ao atual presidente Joe Biden, que também pretende concorrer à reeleição, e tem 81 anos. As informações são da Gazeta do Povo.


Veja também

  1. Somente deus pode mudar este mundo cruel e essas pessoas que só falam em democracia e não vejo essa democracia que eles tanto falam só vejo a destruição que eles produzem no mundo, somente vejo eles gastando dinheiro público e desviando as verbas publicas.

  2. Esse Sanders não passa de outro esquerdista Norte-americano. Alinhado com essa nefasta Esquerda nacional

  3. Da voz, a um cara desses, que opina sem saber a realidade, e ainda trás informações desencontrada. Ele talvez volte para a casa dele, sem conseguir se reeleger.

    1. Bernie Sandres é bem a cara da demagogia esquerdista. Mas quer as regalias do País capitalista com suas desigualdades. Desinformado sobre o real perfil político de Lula. Sanders tão gagá quanto Biden

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *