Siga-nos em

Buscas no site

Hackers Desviaram 12 Milhões De Votos Meus Em 2018
Hackers Desviaram 12 Milhões De Votos Meus Em 2018
Hackers Desviaram 12 Milhões De Votos Meus Em 2018

BRASIL

Bolsonaro: Hackers desviaram 12 milhões de votos meus em 2018

Presidente disse que o não pagamento pelo serviço levou à denúncia

Presidente disse que o não pagamento pelo serviço levou à denúncia

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quarta-feira (11) que teve 12 milhões de votos desviados por um hacker durante as eleições de 2018. A declaração foi feita em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

– Esses hackers foram contratados por quem tinha interesse nas eleições e teriam que desviar 12 milhões de votos meus. Repito: Não tenho provas. Eles teriam que desviar 12 milhões de votos, e os hackers fizeram seu trabalho. Só que quando as eleições acabaram, não foi suficiente para o outro lado ganhar – afirmou.

Bolsonaro disse que após a derrota nas urnas, os contratantes se recusaram a pagar pelo serviço, o que motivou um hacker a denunciar a fraude.

– O hacker, ninguém sabe quem é. O cara fez o trabalho muito bem feito. E a partir do momento que o TSE mesmo apaga os logs, é pra não deixar realmente que se chegasse ao final da linha. Como pode a prova final do crime simplesmente ser apagada pelo próprio TSE? Eles me acusam de Fake News, mas tenho a documentação comigo – declarou.


Bolsonaro: ‘Não vai se confiar no resultado das apurações’ em 2022

Oposição tentará impedir aumento do bolsa-família

OEA: Eleições de 2019 na Bolívia tiveram manipulação flagrante

Esquerda: FHC anuncia voto em Lula em caso de 2° turno com Bolsonaro


Propaganda. Role para continuar lendo.
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Produtos de acessibilidade também tiveram os impostos reduzidos a 0%

BRASIL

Ministro defendeu o presidente após críticas de setores da imprensa brasileira

BRASIL

Fred Ring disse ainda que quem demonstra apoio é "cancelado" pelos colegas

BRASIL

Com as alterações, emissoras interessadas na transmissão de jogos poderão negociar apenas com o mandante das partidas

Anúncios