Siga-nos em

Buscas no site

Casal Morreu Vítima Da Covid 19 Com 22 Dias De Diferença Em Santa Catarina
Casal Morreu Vítima Da Covid 19 Com 22 Dias De Diferença Em Santa Catarina
Casal morreu vítima da Covid-19 com 22 dias de diferença em Santa Catarina — Foto: Redes Sociais/ Reprodução

BRASIL

Casal com 2 doses da vacina morre em intervalo de 22 dias com Covid-19 em SC

Segundo familiares da vítima, Elza Parmegiani Pain não soube da morte do companheiro. O casal morava em Ponte Serrada e deixa três filhas.

Segundo familiares da vítima, Elza Parmegiani Pain não soube da morte do companheiro. O casal morava em Ponte Serrada e deixa três filhas.

Segundo familiares, a morte dela ocorreu 22 dias depois de perder o marido, Oscar Miguel Pain, de 68 anos. Os dois contraíram coronavírus e moravam em Ponte Serrada, mesma região.

“Essa dor nunca vamos superar, nunca vamos aceitar. É um sentimento de ódio e revolta. Eles se cuidavam ao extremo. A nossa mãe nem saía de casa se não fosse para ir ao médico. Os dois tinham as duas doses da vacina. Dói lembrar o quanto eles lutavam para viver e não queriam nos deixar sozinhas aqui”, desabafou uma das filhas do casal, Sarita Pain.

De acordo com um sobrinho, Andre Felipe Cardoso, o casal recebeu as duas doses da vacina contra Covid. Elza foi sepultada no mesmo jazigo do companheiro, nesta quinta-feira (2), no cemitério municipal. Cardoso disse que a mulher não soube da morte do marido.

O casal, que estava junto há 44 anos, deixou três filhas. Jucélia Pain, a mais velha, relembra que o pai passou por uma cirurgia e sofreu hemorragia intestinal.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Após receber alta, Oscar se queixou de dores, febre e em seguida foi diagnosticado com a doença respiratória. Ele foi internado no Hospital Regional São Paulo no dia 28 de outubro e morreu 14 dias depois.

Já a mãe, segundo ela, foi hospitalizada em 31 de outubro, e encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva para intubação em 8 de novembro.

“Ele conheceu a neném só por foto e a minha mãe viu a bebê meia horinha antes de ir para o hospital”, relembra Jucélia, ao falar sobre a filha da irmã e neta do casal, recém-nascida.


Estudo publicado no The Lancet sugere que a vacinação em massa não impediu o aumento na taxa de transmissão da Covid

Cidade do Rio amplia exigência de comprovante de vacinação

Impunidade: STJ anula condenações de Palocci, Vaccari e outros

Malafaia detona Alcolumbre após aprovação de Mendonça: “CHUPA ESSA MANGA! Se ferrou”


Propaganda. Role para continuar lendo.
1 Comment

1 Comment

  1. Monique

    02/12/2021 em 9:57 pm

    Qual vacina? Informação incompleta? Vocês amam causar pânico nas pessoas. Só que tem um detalhe, a maioria que é pobre é OBRIGADO a se vacinar. Precisamos trabalhar, estagiar, estudar e tem que tomar. E um presidente bundão que o STF tratora frequêntemente e esse bosta não faz nada pelo povo. A não ser encher o rabo dos Estados pra governadores continuar nos roubando. NOJO DESTE CARA! O povo apanhadndo ano passado, indo preso e ele dizendo q não podia fazer nada. Mas a constituiçãoção dá direito pra ele agir. E vocês colocando notícias incompletas e alarmando o povo. 22 tem eleição.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Executivo disse também que é preciso aperfeiçoar as vacinas para que a frequência seja anual

MUNDO

Paciente era o primeiro da fila de espera pelo órgão

BRASIL

Medida vale para 14.254 leitos de UTI de Covid-19 adultos e pediátricos

MUNDO

Governo belga exige a dose de reforço para população frequentar bares ou cinemas cinco meses depois da imunização contra a covid-19

Anúncios