Alexandre De Moraes, Ministro Do Supremo Tribunal Federal Alexandre De Moraes, Ministro Do Supremo Tribunal Federal

Decisão de Moraes substitui termo “como” por “corno” três vezes

O documento troca a palavra “como” por “corno” em trechos que reproduzem o parecer da PGR sobre operação da PF

A autorização do ministro do Tribunal Federal (STF) para a operação da Polícia Federal (PF) contra o ex-presidente Jair (PL) e seus aliados, ocorrida nesta quinta-feira (8/2), gera uma intrigante confusão em algumas partes do documento. Em três ocasiões, o texto substitui a palavra “como” por “corno”.

Durante a reprodução de trechos do parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), a confusão é feita. Contudo, na peça original, a grafia está correta.

“Um grupo de pessoas é apontado corno responsável pelo constante assessoramento jurídico e pela elaboração de minutas de decretos, com os fins de consumar um golpe de Estado”, diz a primeira passagem.

O erro é igualmente notado ao replicar a justificativa da PGR para a imposição da prisão preventiva do major Rafael Martins de Oliveira.

“O Major Rafael Martins de Oliveira, conhecido corno ‘JOE’, com formação em Forças Especiais, foi identificado como interlocutor de Mauro Cid na coordenação de estratégias adotadas pelos investigados para a execução do golpe de Estado e para a obtenção de formas de financiar as operações do grupo criminoso”, transcreve a decisão.

A troca subsequente ocorreu na parte onde a PGR detalha as ações de Marcelo Câmara, que foi detido durante a operação da PF na quinta-feira (8/2).

“Era considerado um dos assessores mais próximos do ex-Presidente da República, tendo sido, após o término do mandato, nomeado corno um de seus auxiliares residuais, viajando aos EUA para acompanhá-lo”, diz.

Veja os trechos:


Veja também

  1. A situação está insustentável e penso que já passou da hora de tomada de decisão! Enquanto o País afunda, a discussão é a prisão do Presidente mais honesto do Brasil! O mal que causado ao povo brasileiro é irreparável ! Quem pagará a conta de tantos desatinos?! Servidores inconsequentes e despreparados, agindo com o fígado, egocêntricos, com único objetivo a vingança e o poder. A fome e a miséria dos cidadãos não os afeta, uma vez que seus interesses sobrepõe a Lei e a Ordem do País. Estamos num caminho, sem volta, se nada for feito para barrar esses desatinos. Jamais imaginei nosso Brasil nesta situação! A guerra entre o bem e o mal não se sustentará e o BEM VENCERÁ, está é a única certeza que tenho! Deus proverá e Mãe Amantíssima abençoará nosso querido Brasil !

  2. Muito estranha essa troca de palavras em um “corte-cola”….. Acho que a hora está chegando…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *