Siga-nos em

Buscas no site

Dois Homens Apresentam Reação Rara No Rosto À Vacina Da Covid
Dois Homens Apresentam Reação Rara No Rosto À Vacina Da Covid
Dois Homens Apresentam Reação Rara No Rosto À Vacina Da Covid

MUNDO

Dois homens apresentam reação rara no rosto à vacina da Covid

Casos ocorreram na Califórnia, que já registrou outros casos de reações cutâneas no início do ano

Casos ocorreram na Califórnia, que já registrou outros casos de reações cutâneas no início do ano

Dois homens da Califórnia (EUA) desenvolveram bolhas no rosto após receberem a vacina da Moderna contra a Covid-19. Em um artigo publicado nesta quarta-feira (28) pela Universidade da Califórnia, em San Francisco, os pesquisadores detalharam os dois casos. Eles procuraram atendimento médico após receber a primeira ou a segunda dose da vacina.

Os pacientes, um de 50 anos e outro de 80, tinham inchaço facial, crostas nas bochechas, pústulas, mas uma série de antibióticos e pomadas resolveram as condições em 10 dias.

O paciente de 50 anos foi ao pronto-socorro quatro dias depois de receber sua primeira dose da vacina Moderna, sentindo calafrios. Ele não tinha histórico de reações alérgicas, preenchimentos faciais ou rosácea. Foram administrados os antibióticos Cefalexina e Halobetasol. De acordo com os pesquisadores, o paciente recebeu sua segunda dose da vacina Moderna conforme programado, desta vez sem nenhum dos sintomas.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Já o homem de 80 anos já havia tomado a segunda dose da vacina e procurou atendimento médico cinco dias depois. Ele relatou aos médicos que 24 horas após a injeção apresentava um inchaço facial que piorou nos dias seguintes, sendo acompanhado de vermelhidão e dor, além de fadiga e febre. Ao ser examinado, ele apresentou pequenas saliências vermelhas na pele, pústulas e crostas em suas bochechas e nariz. Para ele foram prescritos os antibióticos Vancomicina e Piperacilina, além do Tacrolimo, que é um medicamento imunossupressor.

A equipe acredita que a vacina causou uma reação exagerada no corpo dos homens, fazendo com que a contagem de células brancas do sangue aumentasse e o sistema imunológico lançasse uma resposta, na forma de erupção cutânea.

– A apresentação clínica de uma erupção facial com pústulas e os achados compartilhados de um denso infiltrado neutrófilo … apoiam uma erupção neutrofílica pustulosa facial como padrão de reação – escreveram os autores do estudo.

– Com certeza, essa erupção neutrofílica pustulosa facial se resolveu em sete a 10 dias e sem efeitos colaterais graves. Isso é consistente com a evidência de que a maioria das reações cutâneas associadas às vacinas de mRNA SARS-CoV-2 são geralmente autolimitadas e menores – complementaram.

Esta não é a primeira vez que usuários de Moderna relatam reações cutâneas. No início deste ano, algumas pessoas também na Califórnia relataram desenvolver “braço Covid” – descrito como pele inchada ou com coceira – sete a 10 dias após serem imunizadas.

Propaganda. Role para continuar lendo.

A pesquisa foi publicada na revista científica Jama Dermatology.


A Netflix deve tornar as vacinas da Covid obrigatórias para o elenco e as equipes de produções

Anvisa identifica 34 casos de síndrome rara após vacina contra Covid

Uruguai aprova Pfizer na 3ª dose para vacinados com Coronavac

Municípios da Califórnia veem aumento de casos de COVID nos condados mais fortemente vacinados


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MUNDO

A decisão do governo se estende a todos os funcionários das instituições de ensino que não cumprirem esses requisitos

BRASIL

Aposta seria sobre a questão dos anticorpos de Covid-19

BRASIL

Para o Imunologista Roberto Zeballos, o passaporte da vacina "não tem razão de ser"

BRASIL

Pasta argumenta que o instituto paulista negociou doses da CoronaVac antes de cumprir acordo com o governo federal

Anúncios