Siga-nos em

Buscas no site

Análise Aponta Que Dose De Reforço Pode Aumentar O Nível De Anticorpos Entre 3 A 5 Vezes
Análise Aponta Que Dose De Reforço Pode Aumentar O Nível De Anticorpos Entre 3 A 5 Vezes
Análise Aponta Que Dose De Reforço Pode Aumentar O Nível De Anticorpos Entre 3 A 5 Vezes

BRASIL

Estudo chinês sugere 3ª dose da CoronaVac por queda na eficácia

Análise aponta que dose de reforço pode aumentar o nível de anticorpos entre 3 a 5 vezes

Análise aponta que dose de reforço pode aumentar o nível de anticorpos entre 3 a 5 vezes

Pesquisadores da Sinovac e do centro de controle de doenças da província de Jiangsu, na China, apontaram que os anticorpos gerados pela CoronaVac contra a Covid-19 apresentam uma baixa expressiva seis meses após a aplicação da segunda dose em pessoas entre 18 e 59 anos. Por conta da queda, os cientistas recomendam a aplicação de uma 3ª dose de reforço do imunizante.

Segundo os cientistas, entre os cerca de 50 participantes que foram imunizados com intervalo de duas semanas entre as doses, apenas 16,9% ainda tinha um nível considerado bom de anticorpos neutralizantes seis meses depois. Entre o grupo que recebeu o reforço quatro semanas depois da primeira dose, por sua vez, o percentual cresceu para 35,5%.

Os responsáveis pelo estudo testaram a aplicação de uma terceira dose em 540 pessoas, seis meses após o primeiro reforço. Depois de 28 dias, os anticorpos subiram entre três e cinco vezes comparados à quantidade registrada quatro semanas após a segunda dose.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Os pesquisadores alertaram que o estudo não testou o efeito dos anticorpos contra variantes mais transmissíveis e que mais pesquisas ainda são necessárias para avaliar a duração dos anticorpos após uma terceira injeção. O estudo chinês, publicado no domingo (25), ainda está em versão pré-print, ou seja, aguarda revisão da comunidade científica.


Parlamento francês aprova passaporte da COVID e regras de vacinação obrigatória, apesar dos protestos

Cingapura: três quartos das pessoas com teste positivo são vacinadas

Mais de 160.000 franceses protestam contra a vacinação obrigatória e passaportes de saúde

Em tom de ameaça, Primeiro ministro de Israel diz que os recusadores de vacinas estão colocando todo o país em perigo


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

"Falei do avanço da vacinação e o controle da pandemia no Brasil", contou o ministro da Saúde

MUNDO

Nos bastidores, a Fifa tenta um acordo para não correr o risco de nenhum atleta acabar fora do torneio

MUNDO

Será exigida imunização completa, além de teste negativo para Covid

MUNDO

O Estado da Cidade do Vaticano anunciou segunda-feira que, a partir de 1º de outubro, ninguém poderá entrar em seu território sem apresentar o...

Anúncios