Siga-nos em

Buscas no site

Governo De Israel Irá Punir Professores Que Não Se Vacinarem Contra A Covid 19
Governo De Israel Irá Punir Professores Que Não Se Vacinarem Contra A Covid 19
Foto: Jack Guez/Agence France-Presse

MUNDO

Governo de Israel irá punir professores que não se vacinarem contra a Covid-19

A decisão do governo se estende a todos os funcionários das instituições de ensino que não cumprirem esses requisitos

A decisão do governo se estende a todos os funcionários das instituições de ensino que não cumprirem esses requisitos

Israel não permitirá que professores sem vacinação contra a covid-19 e que se recusam a apresentar teste negativo tenham acesso às escolas e os penalizará retirando seus salários, anunciou nesta quinta-feira (23) o Ministério da Educação.

A decisão do governo se estende a todos os funcionários das instituições de ensino que não cumprirem esses requisitos, considerarão os trabalhadores “ausentes” e os professores não poderão dar aulas remotamente.

O diretor dos assuntos relacionados ao coronavírus do Ministério da Saúde, Nachman Ash, advertiu hoje que a maioria dos hospitalizados não recebeu nenhuma dose da vacina e são os que “estão colocando sob pressão” a capacidade hospitalar.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O Ministério da Saúde registrou hoje quase 6 mil novos casos e mais de 700 pacientes internados em estado grave. Nas últimas semanas o grupo se limitou aos não vacinados, que representam cerca de 10% da população.

Mais de 5,5 milhões de residentes, de uma população de mais de 9 milhões, receberam as duas doses, e 3,1 milhões a terceira, um reforço pelo qual Israel optou por reverter a quarta onda do coronavírus sem aplicar maiores restrições.

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, defendeu no último final de semana a estratégia de administrar a dose de reforço a toda a população antes da decisão da Administração de Alimentos e Remédios dos EUA (FDA, na sigla em inglês) de aplicá-la apenas aos maiores de 65 anos de idade e imunossuprimidos.

Propaganda. Role para continuar lendo.

“Temos a capacidade de nos proteger através de uma terceira dose complementar da vacina contra o coronavírus, e de viver em um país aberto e quase em pleno funcionamento, mesmo no meio da guerra contra a variante delta”, afirmou.

O novo governo tem evitado impor confinamentos ou fechamentos apesar da disseminação dos casos, com pico de mais de 11 mil diagnósticos positivos diários no início do mês, antes dos feriados judaicos deste mês de setembro.

Bennett também antecipou que em outubro será “complicado” pois acontece o retorno às escolas após o período de férias.

Com informações de Agência EFE

Propaganda. Role para continuar lendo.

Clube Militar do RJ consegue derrubar passaporte da vacina

“Covid vai virar um resfriado”, afirma cientista que criou vacina de Oxford

Médico afirma: “De 161 pacientes com Covid, 125 já estavam vacinados”

Oposição pede que Lira exija passaporte da vacina na Câmara


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Resolução autoriza a retomada de julgamentos e outras atividades presenciais envolvendo público externo a partir do dia 3 de novembro

BRASIL

Parlamentar diz que a medida visa proibir a punição de pessoas que exerçam o direito de não se submeterem à vacinação

BRASIL

Durante entrevista a uma rádio, presidente rebateu uma polêmica envolvendo a vacina contra a Covid-19

BRASIL

Funcionários da administração pública são "obrigados" a se vacinar desde setembro

Anúncios