Siga-nos em

Buscas no site

Manifestação Contra O Passaporte Da Vacina Em Veneza
Manifestação Contra O Passaporte Da Vacina Em Veneza
Alessio Marini/REUTERS

MUNDO

Itália proíbe manifestações contra passaporte da vacina em centros históricos

Ministro do interior afirmou que os protestos paralisam o centro de muitas cidades e causam prejuízo aos comerciantes locais

Ministro do interior afirmou que os protestos paralisam o centro de muitas cidades e causam prejuízo aos comerciantes locais

O Ministério do Interior da Itália vetou manifestações contra o passaporte da vacina em centros históricos das cidades do país. Os protestos continuam liberados em outros locais.

“As manifestações contra o ‘passe verde’ paralisam o centro de muitas cidades todos os sábados, criando transtornos para a população e os comerciantes, além de criar aglomerações de pessoas não vacinadas”, afirmou o ministro do Interior, Carlos Sibilia, nas redes sociais.

Ele disse ainda que, por conta do aumento do número de infecções por Covid-19, o controle do passaporte da vacina, chamado de passe verde, será intensificado. “As medidas de prevenção devem ser mantidas e as pessoas devem ser incentivadas a se vacinar. Não podemos correr o risco de nos encontrarmos em dificuldades como outros países da União Europeia”, afirmou.

Um decreto editado no dia 15 de outubro determina a obrigatoriedade do comprovante de vacinação para frequentar eventos culturais, esportivos, bares, restaurantes e outros estabelecimentos na Itália. A exigência também vale para trabalhadores do setor público e privado, o que gerou uma onda de protestos em várias cidades do país.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Covid-19: não vacinados não terão tratamento gratuito em Cingapura

Frias diz que não se vacinou contra a Covid e revela o motivo

Passaporte da vacina proibido por Frias segue exigido em SP

Áustria impõe lockdown para não vacinados contra a Covid-19


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Advogado de 28 anos morreu em agosto, três dias após tomar o imunizante da AstraZeneca

BRASIL

Deputada comentou a situação em suas redes sociais

BRASIL

Sintomas são parecidos com os da Covid-19

MUNDO

Países europeus estão endurecendo as restrições

Anúncios