Siga-nos em

Buscas no site

Allen, Com Seu Namorado No Hospital
Allen, Com Seu Namorado No Hospital
Allen, com seu namorado no hospital | Foto: Reprodução/Instagram

MUNDO

Jovem de 22 anos desenvolve coágulos sanguíneos nos pulmões após tomar a vacina da Moderna

Atleta terá de se submeter a tratamento com remédios anticoagulantes para o resto da vida

Atleta terá de se submeter a tratamento com remédios anticoagulantes para o resto da vida

A campeã de salto a cavalo britânica Imogen Allen, de 22 anos, pode nunca mais praticar hipismo. Isso porque dois coágulos sanguíneos se formaram em seus pulmões duas semanas depois de ela ter tomado a vacina da Moderna.

A jovem foi internada após desmaiar durante uma viagem em família, no mês passado. Os médicos a diagnosticaram com tromboembolismo pulmonar bilateral, uma doença considerada “rara” pela equipe.

Os profissionais da saúde suspeitam que o uso da pílula anticoncepcional, combinada com a injeção do imunizante anticoronavírus, provocou a doença. Allen faz uso do remédio contraceptivo há cinco anos.

Propaganda. Role para continuar lendo.

No momento, a atleta está tomando medicamentos anticoagulantes, com a finalidade de afinar o sangue e de iniciar outros procedimentos para o caso. O tratamento terá de ser feito a vida toda.

A atleta ainda deve ser submetida a uma cirurgia de risco, o que deve interromper seu sonho de ser detetive policial, informou reportagem do jornal do Reino Unido Daily Mail, publicada na quarta-feira 15.


Vacina da Janssen: Anvisa pede inclusão de eventos adversos na bula

Absurdo: Justiça proíbe pai de ver filha de 1 ano por não querer se vacinar

França suspende cerca de 3 mil funcionários da saúde que se recusaram a tomar vacina

Bolsonaro defende renovação do Judiciário para mudar o Brasil


Propaganda. Role para continuar lendo.
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Resolução autoriza a retomada de julgamentos e outras atividades presenciais envolvendo público externo a partir do dia 3 de novembro

BRASIL

Durante entrevista a uma rádio, presidente rebateu uma polêmica envolvendo a vacina contra a Covid-19

BRASIL

Funcionários da administração pública são "obrigados" a se vacinar desde setembro

BRASIL

Grupo contra a exigência de comprovação da imunização contra a Covid se reuniu em frente à Fiesp, na Avenida Paulista, em São Paulo

Anúncios