Siga-nos em

Buscas no site

Letonia
Letonia
Bandeira da Letônia: Pixabay

MUNDO

Letônia proíbe deputados não vacinados de votar no parlamento

Os parlamentares aprovaram a medida em votação na sexta-feira, com 62 votos a favor no parlamento de 100 assentos.

Os parlamentares aprovaram a medida em votação na sexta-feira, com 62 votos a favor no parlamento de 100 assentos.

Se você pensava que o apartheid da vacina atingiu um novo nível na Áustria, pense novamente. Na Letónia, os deputados que não tenham sido vacinados ou tenham imunidade natural, depois de recuperados do COVID-19, terão os seus vencimentos suspensos e não poderão mais participar nas votações parlamentares.

A Informação é do – O Euronews.

Os parlamentares aprovaram a medida em votação na sexta-feira, com 62 votos a favor no parlamento de 100 assentos.

Propaganda. Role para continuar lendo.

“A partir de 15 de novembro, um parlamentar terá o direito de participar dos trabalhos do Saeima [Parlamento da Letônia] somente se apresentar um certificado COVID-19 interoperável confirmando o fato da vacinação ou doença”, diz a nota do escritório da imprensa.

“O pagamento de um salário mensal e indenização será suspenso para um deputado do Saeima que não terá o direito de participar dos trabalhos do parlamento”, acrescenta.

A medida também se aplica aos legisladores do governo local e entrará em vigor quando o país sair de seu último período de bloqueio de um mês.

Desde o dia 21 de outubro, todas as lojas não essenciais – bem como os espaços culturais e de lazer – foram fechados, sendo proibidas as confraternizações públicas e permitidas as confraternizações privadas apenas entre um mesmo agregado familiar. Um toque de recolher noturno das 20:00 h às 05:00 h também está em vigor.

A partir da próxima semana, o país entrará no “modo verde” com regras diferentes para vacinados e não vacinados.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Apenas 53,6% da população de 1,9 milhões da Letônia está totalmente vacinada, bem abaixo da média da UE de 64,9%.

O país é atualmente classificado como de “alta preocupação” pelo Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças (ECDC).

A agência de saúde pública observou que as taxas de admissão hospitalar e ocupação na Letônia na semana passada estavam entre as mais altas nos 31 países da região da UE / EEE.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O país relatou 236.765 infecções desde o início da pandemia e 3.646 mortes.


Disney vai proibir crianças não vacinadas em cruzeiros

Pfizer, BioNTech e Moderna estão lucrando 515 milhões de reais por dia com as vacinas contra Covid-19, segundo pesquisa

Lugar ‘mais vacinado’ na terra cancela o Natal por causa do aumento de casos de Covid

‘Estão impondo um apartheid sanitário’, diz Cristina Graeml sobre demissão de não vacinados


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MUNDO

A fuga deles deu início a uma caçada policial, que incluiu barreiras nas estradas.

ECONOMIA

Os últimos dados do INSEE mostram uma taxa de inflação anual que atingiu 2,8% em novembro, um recorde desde 2008, de acordo com alguns...

Artigos

O lançamento de vacinas não conseguiu impedir a transmissão de Covid, com novos dados mostrando a prevalência do vírus aumentando em indivíduos totalmente vacinados,...

BRASIL

Ao menos três casos já foram descobertos no Brasil

Anúncios