Siga-nos em

Buscas no site

Resultado Dos Testes Deverão Ser Obtidos Em Março
Resultado Dos Testes Deverão Ser Obtidos Em Março
Resultado dos testes deverão ser obtidos em março Foto: EFE/Juan Diego Montenegro

MUNDO

Moderna testa vacina contra a Covid para crianças de 2 a 5 anos

Farmacêutica também avalia dose de reforço para adolescentes de 12 a 17 anos

Farmacêutica também avalia dose de reforço para adolescentes de 12 a 17 anos

A Moderna, farmacêutica norte-americana que desenvolveu uma das vacinas contra a Covid-19 atualmente em uso nos EUA e em outros países, disse esperar ter dados sobre os testes de seu imunizante com crianças de 2 a 5 anos em março. Se os dados forem promissores, a Moderna poderá entrar com pedido de autorização para aplicar a vacina em crianças menores.

De acordo com o Dow Jones Newswires, a Moderna disse ainda que está avaliando uma dose de reforço para adolescentes de 12 a 17 anos. No começo de dezembro, a empresa decidiu avaliar o potencial de doses menores para atender parâmetros regulatórios de imunogenicidade em crianças de 6 a 11 anos e adolescentes de 12 a 17 anos em seguidos testes clínicos.

O Brasil recebeu nesta quinta-feira (13) as primeiras doses da vacina pediátrica da Pfizer contra a Covid-19. O imunizante foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para crianças de 5 a 11 anos, no entanto o governo ainda não divulgou em que dia a vacinação infantil irá começar.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Jogador perde vaga na Seleção por não se vacinar, revela Tite

Escolas privadas não devem exigir vacinação, diz associação

Eduardo Paes faz piada e fala em proibir cerveja a não vacinados

STF ordenar vacinação infantil seria afronta ao governo, diz AGU


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MUNDO

‘Tempo vai passar e Djokovic entrará para a história como um dos maiores defensores da liberdade’, diz Ana Paula

BRASIL

Menores de 12 anos apresentaram reações leves após receberem o imunizante

BRASIL

A chefe de imunização da prefeitura da cidade foi quem determinou a aplicação das doses que estavam prestes a vencer

BRASIL

O pedido foi rejeitado pela Justiça, neste domingo

Anúncios