Siga-nos em

Buscas no site

O Rastro De Dinheiro Quem Se Beneficia Dessa Loucura Da Pandemia
O Rastro De Dinheiro Quem Se Beneficia Dessa Loucura Da Pandemia
O Rastro De Dinheiro Quem Se Beneficia Dessa Loucura Da Pandemia

ECONOMIA

O rastro de dinheiro – quem se beneficia dessa loucura da pandemia?

Na atual crise do coronavírus, muitas pessoas estão perdendo – principalmente como resultado das medidas duras tomadas pelos governos.

Na atual crise do coronavírus, muitas pessoas estão perdendo – principalmente como resultado das medidas duras tomadas pelos governos.

A classe média está sangrando até a morte, tanto os empresários quanto os funcionários estão até o pescoço. Filhos, pais e avós também sofrem. Direitos e liberdades fundamentais também são deixados para trás. Mas também existem vencedores da crise. Eles são os que se beneficiaram com toda a loucura da maioria das pessoas.

Indústria farmacêutica

Os preços de gigantes farmacêuticos como Moderna, Biontech, Pfizer, Gilead and Co. subiram drasticamente. Além disso, a responsabilidade por qualquer dano à vacina foi removida das empresas e é arcada pelos governos que aceitam os termos absurdos de não responsabilidade. Por outro lado, também existem empresas médicas que operam hospitais. Seus lucros diminuíram porque as operações foram canceladas e muitas capacidades não foram utilizadas.

Tecnologia médica

As empresas de tecnologia médica também se beneficiaram com a crise. Por exemplo, a empresa alemã Drägerwerk de Lübeck como desenvolvedora e fabricante de tecnologia médica e de segurança. Desde a eclosão da crise da Corona, o preço de suas ações mais que dobrou.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Indústria de TI

Os grandes vencedores da crise são as empresas de tecnologia que oferecem videoconferência e o trabalho em casa como modelo de negócio. Empresas como a Zoom ou a Microsoft conseguiram obter lucros substanciais e expandir sua base de clientes. Laptops e acessórios de computador também são muito populares. Puxada pela pandemia da COVID-19, o uso do e-commerce continua em alta. Segundo dados do índice MCC-ENET – desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), em parceria com o Movimento Compre & Confie – as vendas do setor mais que dobraram em junho de 2020. Em comparação ao mesmo período do ano passado, a alta foi de 110,52%. No entanto, também existem gargalos na entrega, de modo que as entregas acabam sempre atrasando.

Indústria do entretenimento

Serviços de streaming como o Netflix (aumento na bolsa de valores em cerca de 46 por cento) ou (novamente) a Amazon encontrou mais clientes porque os cidadãos ficavam trancados em casa e tinham que passar o tempo ao lado do escritório em casa. Além disso, os fabricantes de jogos, sejam eles jogos de computador como Nintendo, Sony ou plataformas de fornecedores como Steam, mas também jogos de tabuleiro ou quebra-cabeças, superaram a crise relativamente bem: eles experimentaram um boom real como não acontecia há anos.

Lojas de construção

Com os bloqueios, muitas pessoas decidiram usar o tempo para ajeitar suas casas. As lojas de materiais para construção se beneficiaram com a nova tendência de reforma. Com impulso de home office e auxílio emergencial, vendas do varejo voltam a patamares de 2014. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o setor já se encontra 5,2% acima do nível pré-pandemia.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Serviço de entrega

Amazon, MercadoLivre e outros varejistas online fizeram o negócio de suas vidas depois que a competição “analógica” foi praticamente eliminada pelos bloqueios contínuos. Somente a Amazon experimentou um aumento de valor de uns bons 45%. Da mesma forma, serviços de entrega de comida como Delivery não podem reclamar da falta de clientes.

Refeições prontas

Difícil de acreditar, mas é verdade: os fabricantes de refeições prontas também tiveram um aumento na demanda e produziram 50.300 toneladas a mais de alimentos somente na Alemanha. Em comparação com o ano anterior, um aumento de quase 5 por cento. Isso pode parecer pouco, mas o aumento em 2019 foi mínimo e foi de apenas 0,1 por cento. Isso significa um aumento de 5.000% no crescimento.


REFERÊNCIAS: http://www.cnc.org.br/editorias/acoes-institucionais/noticias/setor-de-material-de-construcao-comeca-superar-crise-da

Propaganda. Role para continuar lendo.

https://www.foodventures.com.br/post/os-ganhadores-e-perdedores-em-vendas-durante-a-pandemia


Revista Forbes em 2010: “Por que a OMS fingiu uma pandemia?”

Decisão histórica do Tribunal de apelação de Portugal contra os bloqueios: porque eles foram baseados em testes de PCR não confiáveis

Fechamentos Por Coronavírus: A Cura Foi Pior Do Que A Doença

O Governo, E Não O Coronavírus, Está Matando Pequenas Empresas


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MUNDO

As pessoas na Áustria que optaram por não receber a vacina contra covid enfrentarão o bloqueio em casa se o número de hospitalizações graves...

MUNDO

País tem os piores dados diários de óbitos e casos desde o início da pandemia

MUNDO

Pastor afirmou que não obedecerá a determinação

BRASIL

Cientista afirmou que nem todas as medidas usadas contra o vírus são de fato eficazes

Anúncios