Patinador Brasileiro Morre Aos 23 Anos Na Suíça Patinador Brasileiro Morre Aos 23 Anos Na Suíça

Patinador brasileiro morre aos 23 anos na Suíça

Morte trágica do pioneiro da patinação de velocidade no Brasil, Gabriel Ohnmacht, é confirmada pela família

A confirmação da morte trágica de Gabriel Ohnmacht, visto como um pioneiro na patinação de velocidade brasileira, veio de sua família na última sexta-feira (2). Aos 23 anos, o ex-patinador foi achado sem vida em sua casa em Schaffhausen, Suíça, onde residia, por sua mãe, Fátima Ohnmacht. O primeiro a relatar a notícia foi o blog especializado em esportes de inverno “Brasil Zero Grau”.

A Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) manifestou apoio à família e amigos de Ohnmacht, enfatizando seu legado notável e sua relevância para o esporte no Brasil. Ohnmacht, filho de mãe brasileira e pai alemão, escolheu defender o Brasil na patinação a partir dos 15 anos, se tornando um dos pioneiros na patinação de velocidade no país.

Embora os esportes no gelo não sejam tradicionais no Brasil, Gabriel Ohnmacht teve uma contribuição significativa para a introdução e evolução dessas modalidades. Ele se envolveu na criação de roupas para a prática desses esportes e também na afiliação do Brasil à União Internacional de Patinação (ISU).

Ohnmacht praticou patinação entre os anos de 2015 e 2017, com o objetivo de retornar à essa modalidade. Não se sabe ainda a causa exata de sua morte, porém, sua mãe acredita que pode ter sido uma parada cardíaca, uma vez que ele foi localizado deitado no sofá, usando fones de ouvido e sem apresentar qualquer sinal de lesões ou de invasão na residência. Ohnmacht, mesmo sem ter competido em Jogos Olímpicos de Inverno, deixou sua contribuição em competições na Suíça e na Alemanha, se destacando particularmente em Inzell, onde alcançou seus melhores resultados durante sua carreira.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *