8 De Janeiro 8 De Janeiro

PGR aciona Interpol contra presos do 8 de janeiro que deixaram o Brasil

Pedido da Procuradoria se refere aos manifestantes que tiraram a tornozeleira eletrônica e buscaram refúgio em outros países

Nesta quarta-feira, 15, a Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitou à Interpol a adição de 51 detentos do dia 8 de janeiro à lista vermelha da organização.

A ação da PGR foi realizada após uma reportagem do portal UOL, que revelou nomes, fotos e a localização de indivíduos que removeram a tornozeleira e fugiram do Brasil.

A Interpol, com sede em Lyon, França, e parceria com quase 200 países, facilita a cooperação policial mundial e o controle do crime.

Caso o requerimento da PGR seja aprovado, os indivíduos mencionados na reportagem sobre o ocorrido no dia 8 de janeiro serão considerados fugitivos internacionais. Ademais, as informações e a identificação dos detidos serão incorporadas aos sistemas de busca das unidades da Polícia Federal fora do país e das forças policiais globais.

Presos do 8 de janeiro e a Interpol

Não é apenas o pedido à Interpol relacionado aos detidos de 8 de janeiro. Existem ações similares direcionadas aos jornalistas Oswaldo Eustáquio e Allan dos Santos.

O Tribunal Federal está conduzindo uma investigação sobre supostas fake news na internet, tendo Santos e Eustáquio como alvos.

Por enquanto, as investidas das autoridades brasileiras no sentido de extraditá-los não deram resultado. As informações são da Revista Oeste.


Veja também

  1. Esta faltando trabalho para a PGR? Não existe mais bandidagem e nem corrupção? Agora eles só se preocupam com as fofocas da internet. O salario deles vem do pagador de impostos., Eles esqueceram que são funcionários Publico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *