Siga-nos em

Buscas no site

A Campanha Anti Hidroxicloroquina Foi Baseada Na Política, Não Na Ciência
A Campanha Anti Hidroxicloroquina Foi Baseada Na Política, Não Na Ciência
A Campanha Anti Hidroxicloroquina Foi Baseada Na Política, Não Na Ciência

Artigos

PhD em Biologia Celular e Molecular: A campanha anti-hidroxicloroquina foi baseada na política, não na ciência

‘O que está acontecendo [no banimento da hidroxicloroquina] é o equivalente a negar antibióticos a todos’, disse a Dra. Christina Parks.

‘O que está acontecendo [no banimento da hidroxicloroquina] é o equivalente a negar antibióticos a todos’, disse a Dra. Christina Parks.

Na conferência virtual da LifeSite sobre COVID-19 hoje cedo, a Dra. Christina Parks discutiu os benefícios do uso da hidroxicloroquina (HCQ), falou sobre a ciência real por trás dela e ofereceu uma análise das vacinas disponíveis atualmente .

Parks recebeu seu PhD em Biologia Celular e Molecular pela Universidade de Michigan. Ela é especialista em saber quais vacinas podem causar danos ao sistema imunológico vulnerável. Ela também é uma crítica aberta da campanha de desinformação contra a hidroxicloroquina.

Nos primeiros meses da propagação do vírus, a hidroxicloroquina foi imediatamente censurada como cura pela mídia, Big Tech, agências governamentais e instituições médicas, que citaram principalmente estudos que relacionavam altas taxas de mortalidade à droga.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Parks explicou que esses estudos coletaram dados de pacientes que receberam muitas doses. Ela diz que “qualquer médico razoável saberia que isso basicamente estava tentando matar esses pacientes”.

Parks observou como, há vários anos, a hidroxicloroquina foi descoberta em pesquisas e testes como uma droga que contém “forte atividade antiviral”. O nível de eficácia da hidroxicloroquina no combate à malária a tornou uma droga maravilhosa, acrescentou ela.

“O que está acontecendo [com a proibição da hidroxicloroquina] é o equivalente a negar antibióticos a todos na América”, disse Parks.

A hidroxicloroquina funciona junto com o zinco, explicou ela, para entrar “nas células e impedir a replicação do vírus”. Ela também apontou para outros produtos, como chá verde, quercetina ou quinino em água tônica, que podem ter efeitos semelhantes aos da hidroxicloroquina. Se usado em doses extremamente baixas, o HCQ pode “ajudar a prevenir a transmissão e a infecção” e “permanecerá no corpo [por] cinquenta dias”.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Parks mencionou vários estudos, incluindo um do Henry Ford Medical System em Michigan, que constatou que a taxa de mortalidade de pacientes que tomaram o HCQ foi reduzida em 50% ou mais. 

Com toda essa pesquisa científica por aí, Parks perguntou: “Por que essa informação não foi disseminada?” Ela disse que “foi censurada por motivos puramente políticos”.

Parks enfatizou que as principais vacinas contra COVID, da Pfizer e Moderna, são “quase uma forma de terapia genética, exceto, em vez de inserir um gene de que seu corpo precisa, eles estão inserindo um gene viral”.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Parks disse que uma das principais reações adversas às vacinas são choques anafiláticos, que são causados ​​por lipossomas que são “altamente reativos”. Ela afirmou que “agora, em vários relatórios, há mais de três mil [casos de] reações anafiláticas”.

Outra reação comum que ocorre com as vacinas, mencionou Parks, são hematomas e erupções cutâneas, que são causadas pelo ataque do corpo às células que são injetadas por meio da proteína viral nas vacinas. Parks observa que quando alguém recebe uma segunda injeção e pega o vírus novamente, o corpo pode produzir anticorpos que atacam o próprio corpo.

Parks concluiu que “há muitos mecanismos diferentes pelos quais [a vacina] pode causar reações adversas ou doenças crônicas de longo prazo”.

Propaganda. Role para continuar lendo.

FONTE: https://www.lifesitenews.com/news/the-anti-hydroxychloroquine-campaign-was-based-in-politics-not-science-biologist


O médico de NY que provou que todos estão errados sobre a hidroxicloroquina

Médica que viralizou em vídeo sobre hidroxicloroquina exige que Joe Biden peça desculpas depois que a mídia finalmente reconhece que o HCQ funciona

FACEBOOK REVERTE DECISÃO DE CENSURA À HIDROXICLOROQUINA

Virologista belga propõe um plano para erradicar COVID-19 em 6 semanas usando ivermectina


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Entre os pacientes, internados no hospital público, três são moradores de Chapecó; infectologista alerta para os cuidados mesmo após a imunização

BRASIL

Médico, Lauri Ferreira já havia tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19, mas foi contaminado pelo novo coronavírus.

BRASIL

A atriz está preocupada com histórico de trombose, diz assessoria

BRASIL

Dados são referentes a semana entre 30 de maio e 5 de junho

Anúncios