Siga-nos em

Buscas no site

Ex Ministro Da Justiça, Sergio Moro
Ex Ministro Da Justiça, Sergio Moro
Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

BRASIL

Ricardo Salles detona Moro: “comunista” e “a favor de drogas”

Ricardo Salles afirmou que Sergio Moro entrou para o governo Bolsonaro ‘só’ para virar ministro do STF

Ricardo Salles afirmou que Sergio Moro entrou para o governo Bolsonaro ‘só’ para virar ministro do STF

Ricardo Salles, ex-ministro do Meio Ambiente, disse nesta quarta-feira (24/11) que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro é comunista, favorável a drogas e “traíra”.

“O cara (Sergio Moro) aceitou ser político, aceitou ser ministro do Bolsonaro, sabendo que não tinha nada a ver com o governo. Que ele é de esquerda, é contra as armas, a favor de drogas, tem uma visão… O Moro é comunista, lógico que é comunista”, disse Salles mais cedo na Jovem Pan. Ao ser questionado da afirmação, emendou:

“Vai dizer que o Moro não é de esquerda? O Moro é centro-esquerda, é um tucano”.

“Só foi para o governo que ele já sabia que não era o que ele pensava só para virar ministro do Supremo. Só que como diz o Chapolin, ‘não contavam com a minha astúcia’, e o Bolsonaro não botou ele no Supremo”.

“Esse é o Moro que eu conheci, que foi meu colega no ministério. Conheci o Moro um ano e meio sendo ministro com ele”, justificou. Salles comandou o Ministério do Meio Ambiente até junho.


Bolsonaro desafia Moro: “Quero ver ele em um carro de som”

Ciro Gomes diz que Sergio Moro garantiu impunidade a Lula

Moro rebate Gleisi: ‘Petrobras foi saqueada durante governo do PT’

Bolsonaro sobre Moro: “Não sabe o que é ser presidente”


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Reunião deve ocorrer após governador de SP voltar de uma viagem que fará aos EUA

BRASIL

Presidente da CCJ da Câmara afirmou que Moro "se coloca mais como uma pessoa progressista"

BRASIL

Presidente da República disse que quer ver o ex-juiz da Lava Jato "falando com o povo"

BRASIL

Pedetista afirmou que Moro foi "um politiqueiro que usou a magistratura para sua ambição desmedida"

Anúncios