Siga-nos em

Buscas no site

Suécia Perto De Vencer O Coronavírus; Nunca Teve Um Bloqueio Ou Obrigação Para Usar Máscara
Suécia Perto De Vencer O Coronavírus; Nunca Teve Um Bloqueio Ou Obrigação Para Usar Máscara
Suécia Perto De Vencer O Coronavírus; Nunca Teve Um Bloqueio Ou Obrigação Para Usar Máscara

BRASIL

Suécia perto de vencer o coronavírus; nunca teve um bloqueio ou obrigação para usar máscara

A Suécia deixou de ser o país com mais infecções na Europa para se tornar o mais seguro

País praticamente declarou vitória sobre o coronavírus

Enquanto o resto da Europa e o mundo permanecem sob o controle de regras draconianas e a ameaça de novos bloqueios, a Suécia, que permitiu que seus cidadãos permanecessem livres durante toda a pandemia, praticamente declarou vitória sobre o coronavírus.

O país agora tem uma das taxas de infecção mais baixas do planeta, e é difícil não admirar como lidou com a pandemia no passado, sem bloqueio rígido ou regras obrigatórias de máscara facial. Todas as empresas, escolas e locais públicos permaneceram abertos na Suécia durante esse período.

“A Suécia deixou de ser o país com mais infecções na Europa para se tornar o mais seguro”, comentou o epidemiologista sênior da Suécia, Dr. Anders Tegnell, ao jornal italiano Corriere della Sera.

“O que vemos agora é que a política sustentável pode demorar para obter resultados, mas os obterá eventualmente ”, esclareceu Tegnell.

“E então também esperamos que o resultado seja mais estável”, acrescentou.

Tegnell alertou anteriormente que encorajar as pessoas a usarem máscaras é “muito perigoso” porque dá uma falsa sensação de segurança, mas não impede a propagação do vírus.

Máscaras faciais não resolvem

“As descobertas que foram produzidas por meio de máscaras faciais são surpreendentemente fracas, embora tantas pessoas ao redor do mundo as usem”, disse Tengell.

Veja mais: As máscaras nos colocam em um estado de obediência

Na semana passada, o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças confirmou a queda na taxa de infecção da Suécia, com apenas 12 casos por milhão, em comparação com 18 na vizinha Dinamarca e 14 na vizinha Noruega.

No auge do surto na Suécia, a Suécia estava vendo 108 novas infecções por milhão de pessoas, em uma estratégia de “imunidade de rebanho”.

Os números também mostram que de 2.500 pessoas selecionadas e testadas aleatoriamente na Suécia, nenhuma teve resultado positivo, em comparação com 0,9% positivo em abril e 0,3% em maio.

“Nós interpretamos isso como significando que atualmente não há uma infecção generalizada entre as pessoas que não apresentam sintomas”, disse Karin Tegmark , vice-chefe da Agência de Saúde Pública da Suécia.

Quando comparada com o resto da Europa, a taxa de mortalidade na Suécia fica na média. No entanto, estão confiantes de que logo mais verá isso melhorar drasticamente.

A catástrofe da quarentena

Tribunal anula deportação de migrante que estuprou criança mais de 100 vezes

As máscaras nos colocam em um estado de obediência

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Útimas

Artigos

Apesar das vacinas: Mas ainda temos que usar máscaras e distância social. Acostume-se com o novo normal ou acorde.

Artigos

As vespas asiáticas matam pessoas usando apenas seu ferrão, que pode dissolver a carne humana.

MUNDO

Plano socialista para matar moradores do fome: “Não deixe que a comida entre nas cidades”, pode-se ouvir a voz de Morales.

BRASIL

Uma conta do Twitter Verificada lamentou ontem a morte do traficante Elias Maluco, mandante do assassinato do repórter Tim Lopes

BRASIL

A denúncia, segundo o MP, afirma existir ‘forte indício’ de lavagem de dinheiro:Dias após a apresentação da denúncia, Frota apagou sua conta no Twitter

Você pode gostar

Artigos

Apesar das vacinas: Mas ainda temos que usar máscaras e distância social. Acostume-se com o novo normal ou acorde.

Artigos

As vespas asiáticas matam pessoas usando apenas seu ferrão, que pode dissolver a carne humana.

ENTRETENIMENTO

Ela correu até a caixa registradora e simplesmente pirou, socando e chutando antes de correr para o corredor do álcool, onde começou a pegar...