Siga-nos em

Buscas no site

Um Novo Motivo Para Evitar Escolas Públicas
Um Novo Motivo Para Evitar Escolas Públicas
Um Novo Motivo Para Evitar Escolas Públicas

Artigos

Um novo motivo para evitar escolas públicas

Uma vez infectadas com o esquerdismo, essas escolas ensinam as crianças a odiar a razão, a tradição, a pátria, o Cristianismo, os brancos, a excelência, a liberdade e a masculinidade.

Existem muitos motivos para evitar escolas públicas. Os mais óbvios, bem como aquele que só veio à tona recentemente.

Uma vez infectadas com o esquerdismo, essas escolas ensinam as crianças a odiar a razão, a tradição, a pátria, o Cristianismo, os brancos, a excelência, a liberdade e a masculinidade.

Nesse ponto, é seguro supor que qualquer escola pública esteja infectada pelo esquerdismo. Essa escola não só colocará seus filhos contra você (presumindo que você mantenha os valores tradicionais), mas os privará de uma educação, porque as pessoas que consideram racista insistir que não há “uma resposta certa” em matemática não são capazes de ensinar com eficácia. (Professor de matemática: 2 + 2 = 4 ‘cheira a supremacia branca do patriarcado’)

Como outros bastiões do esquerdismo (por exemplo, o PT), os sindicatos de professores exageraram na exploração do vírus. Isso expôs a mentalidade de muitos dos professores que eles representam, fornecendo outra forte razão para não submeter as crianças às suas escolas:

Propaganda. Role para continuar lendo.

A relutância dos professores em comparecer às aulas por mais de um ano é tão anticientífica quanto inédita. Em 3 de fevereiro, a diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, Dra. Rochelle Walensky, disse a repórteres durante uma coletiva de imprensa na Casa Branca que os professores não precisam ser vacinados contra COVID-19 antes que as escolas possam reabrir com segurança: “Há dados crescentes que sugerem que as escolas podem ser reabertas com segurança e essa reabertura segura não sugere que os professores precisem ser vacinados. A vacinação dos professores não é um pré-requisito para reabrir escolas com segurança. ”

No entanto, nas grandes cidades do país, esses covardes e hipocondríacos – pessoas que afirmam se preocupar mais do que qualquer outra coisa com seus alunos – se recusaram a voltar à escola (enquanto exigem pagamento do governo). Eles se recusaram a ensinar, apesar do fato de que a transmissão do vírus COVID-19 de criança para professor é extremamente rara. Um professor hospitalizado, como resultado da interação com alunos é mais raro do que um professor morrendo em um acidente de trânsito a caminho da escola. Por que, então, você enviaria seu filho para ser “ensinado” por pessoas por quem você tem – ou deveria ter – pouco apreço?

Uma aberração desses sindicatos contaminados pela preguiça e pelo esquerdismo doentio pode ser visto na imagem abaixo:

Sindicato sugere que crianças podem ser culpadas por mortes caso escolas reabram

O Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) começou uma campanha em que culpa as crianças por possíveis mortes por Covid-19 caso as escolas reabram. No site da agremiação e em outdoors colocados em Porto Alegre, o Simpa divulga uma peça publicitária com a imagem de uma criança chorando e as frases: “Não deixe nossos alunos carregarem a culpa pelo resto da vida. Escolas fechadas, vidas preservadas”.

Como os professores sempre nos faz lembrar, educar as crianças é uma tarefa crucial. Não é sensato confiar tarefas cruciais a pessoas que não têm motivação para comparecer ao trabalho.

Propaganda. Role para continuar lendo.

A educação pública sufoca o potencial de uma criança.

Infelizmente, o ensino em casa ainda não é legal por enquanto.

** Há professores que sabem de suas responsabilidades e não estão se aproveitando dessa pandemia para ficar em casa. São exceção que não se encaixam nas opiniões acima.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Fonte: opinião editorial


Escolas Recomendam que alunos participem de manifestações anti-“branquidade” que invoca ‘deus’ pagão do sacrifício humano

Nenhuma Criança Em Idade Escolar Morreu De COVID Na Suécia Durante A ‘Primeira Onda’, Apesar Das Escolas Estarem Abertas

Fechar escolas não é apenas extremamente inconveniente. É social e moralmente errado

Estudo: A Suécia Manteve As Escolas Abertas – Mais De Um Milhão De Crianças – E Mortes ZERO


1 Comment

1 Comment

  1. sanbdesaa310@gmail.com

    15/03/2021 em 5:18 pm

    Meu filho vai a escola sim, professores militontos exonerados já.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MUNDO

Apesar da proibição, 10.000 pessoas se reuniram em Vilnius para protestar contra o casamento para casais do mesmo sexo

BRASIL

À CNN, o ex-presidente da Câmara, que teve prisão domiciliar revogada em maio, disse que votaria em Bolsonaro em um eventual 2º turno

Artigos

“Obviamente, usar o medo como meio de controle não é ético. Usar o medo cheira a totalitarismo. Não é uma postura ética para nenhum...

Artigos

Empresas, líderes políticos e até a OMS estariam acobertando real origem do vírus

Anúncios