Siga-nos em

Buscas no site

Zoe E Adrilles Rebatem Noblat Sobre Ação No RJ PM Tem Que Morrer Também Foto Reprodução Youtube
Zoe E Adrilles Rebatem Noblat Sobre Ação No RJ PM Tem Que Morrer Também Foto Reprodução Youtube
Zoe E Adrilles Rebatem Noblat Sobre Ação No RJ PM Tem Que Morrer Também Foto Reprodução Youtube

BRASIL

Zoe e Adrilles rebatem Noblat sobre ação no RJ: “PM tem que morrer também?”

Comentaristas políticos debateram a operação realizada na Vila Cruzeiro

Comentaristas políticos debateram a operação realizada na Vila Cruzeiro

Os comentaristas Guga Noblat, Zoe Martínez e Jorge tiveram um embate de ideias em relação à operação da Polícia Militar no Rio de Janeiro desta terça-feira (24). Durante o programa Morning Show, da Jovem Pan, Noblat classificou a ação como “chacina” e apontou que não houve mortes entre os policiais. Martínez e Adrilles, por outro lado, defenderam os agentes e destacaram que a sociedade tende a “defender o bandido e ir contra o policial”.

– Foi uma operação de força bruta, uma chacina, uma operação burra, estúpida, que levou à morte de 24 pessoas [26 no número atualizado], nenhum deles da PM ou da Polícia Rodoviária Federal. Se fosse troca de tiro legítimo, se fosse autoproteção, no mínimo alguém ia se ferir, isso todos os especialistas são unânimes. Essa é a segunda chacina, teve uma outra ano passado, que eles mataram também perto de 20, e nenhum policial se feriu. Essa é a segunda vez que isso acontece. Estou mostrando que isso é uma chacina, que esse é um ataque deliberado de um lado contra o outro – pontuou Guga Noblat.

Adrilles, por sua vez, apontou que trata-se do “lado do bem contra o lado do mal”. Já Martínez questionou se Guga estaria lamentando que não houve baixa entre os agentes, o que ele negou, dizendo que quem incita “policial a levar tiro é o e os outros políticos, que fazem apologia a esse tipo de operação”.

Zoe rebateu as falas de Guga afirmando que a polícia tem que fazer o trabalho dela e mencionou a decisão do Tribunal Federal (STF) de impedir operações nas favelas durante a pandemia, o que teria levado à migração de criminosos de outras partes do país para as comunidades do Rio de Janeiro.

Propaganda. Role para continuar lendo.

– Quando a polícia fica sabendo disso, cabe à polícia tentar prender esses bandidos. E quando estavam subindo o morro foram recebidos a tiros. O que você faz quando é recebido a tiros? Você tem que fazer alguma coisa para defender a sua vida. Ou você prefere a vida de um bandido? Se você está lá no meio de uma troca de tiros entre bandido e policial, policial luta pelo quê? Pelo bem da sociedade, que luta contra as drogas, que quer prender o bandido e colocar na prisão. Aí, você vê o bandido atirando, o que você prefere? Que morra o policial ou que morra o bandido? Infelizmente, a nossa sociedade tende a defender o bandido e ir contra o policial – assinalou Zoe.

Ela também defendeu a atitude do presidente de parabenizar os agentes de segurança.

– O policial arrisca sua vida, sobe no morro, tenta prender esses criminosos. E o que faz o Supremo Tribunal Federal, além de impedir essas operações? Vai lá e solta um André do Rap, por exemplo, em 2020. Soltou um dos maiores traficantes do mundo! Um dos mais perigosos, que está foragido através de habeas corpus. Infelizmente, a polícia vai lá, arrisca sua vida todos os dias, não é valorizada, o presidente da República valorizou o trabalho deles, deu os parabéns. Infelizmente, perdemos vidas inocentes, mas faz parte desse processo. Mas mais da metade era criminoso que estava lá atirando contra a polícia que estava fazendo o seu trabalho – acrescentou.

Em sua fala, Adrilles estendeu sua crítica às declarações do ministro do STF, Edson Fachin, que afirmou ver com “muita preocupação” a operação no RJ.

– Isso é um desaforo ao bom senso e à condição social de quem é dominado pelo tráfico. É um desaforo a famílias que perdem inúmeros filhos, inúmeras pessoas pelo tráfico de drogas. Isso é uma fala quase canalha do Fachin, achando que isso vai causar transtorno. Transtorno causa você ter uma milícia, um tráfico de drogas, você ter um crime organizado comandando favelas. E é claro que as pessoas têm um tipo de medo da polícia, porque se entra polícia lá, acontece uma guerra em que os criminosos usam a população como escudo. (…) Dizer que isso é culpa da polícia? Isso é asqueroso, isso é imoral – avaliou Adrilles.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Veja também

5 Comentários

5 Comentários

  1. Ny

    08/06/2022 em 8:22 am

    Noblat só fala merdas, típico de bandido que só apoia bandido!

    • Luigy

      14/06/2022 em 11:33 pm

      Esse “mané ” noblat só abre essa boca de latrina fétida para exalar excrementos fecais…

  2. Edgard de Castro

    07/06/2022 em 11:06 am

    Como sempre acontece com essas pessoas que defendem a bandidagem, quando estiver sendo assaltadas, chamem outro bandido para te defender!

  3. Natanael

    31/05/2022 em 12:35 pm

    Esse Guga e’ um energumeno… um perfeito idiota !
    Sugiro que o designem para acompanhar a polícia numa incursão em favelas dominadas pelo trafico.
    Vai se borrar de medo !
    E leva a Amanda contigo idiota !

  4. Claudiney Águia

    27/05/2022 em 8:47 am

    Noblat ganha pra falar “merda” e isso é evidente!!!!
    Não é possível que ele acredite no que fala!!!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

ECONOMIA

Presidente falou sobre o assunto durante um evento na Bahia

Notícias

Em nota, pré-candidato a vice afirma que TSE têm adotado medidas para aperfeiçoar processo eleitoral

BRASIL

Ministros analisam ações do PT e do PDT sobre o tema

BRASIL

Presidente deu declarações durante sua live, nesta quinta-feira

Anúncios