Siga-nos em

Buscas no site

Presidente Dos EUA, Joe Biden E O Líder Venezuelano, Nicolás Maduro Fotos EFEEPASHAWN THEW E EFE Miguel Gutiérrez
Presidente Dos EUA, Joe Biden E O Líder Venezuelano, Nicolás Maduro Fotos EFEEPASHAWN THEW E EFE Miguel Gutiérrez
Presidente Dos EUA, Joe Biden E O Líder Venezuelano, Nicolás Maduro Fotos EFEEPASHAWN THEW E EFE Miguel Gutiérrez

MUNDO

EUA suspendem algumas sanções contra a Venezuela

Governo americano está voltando a permitir que a Chevron negocie com a PDVSA

Governo americano está voltando a permitir que a Chevron negocie com a PDVSA

Nesta terça-feira (17), os anunciaram a suspensão de algumas de suas sanções econômicas contra a . O americano está voltando a permitir, por exemplo, que a petroleira americana Chevron negocie com a estatal venezuelana PDVSA.

A decisão ocorre como medida para tentar reativar o diálogo entre a oposição e o governo do líder do país sul-americano, Nicolás Maduro.

– Quero esclarecer que o governo (americano) está fazendo isso em resposta às conversas que estão ocorrendo entre o regime e o governo interino (da Venezuela, liderado por Juan Guaidó) – afirmou, por teleconferência a jornalistas, um alto funcionário da Casa Branca, que pediu anonimato.


Propaganda. Role para continuar lendo.

Veja também

2 Comentários

2 Comentários

  1. Vladimir paz

    18/05/2022 em 10:16 am

    Abrindo negociações para compra de petróleo a troco de banana, governo americano só visa baratear os combustíveis, mesmo que para isso tenha que ficar de quatro para o ditador venezuelano, governo Biden é uma vergonha.

  2. J.Renato

    17/05/2022 em 4:07 pm

    Os EUA de Biden empurra o Brasil para o grupo Russia-China….Com 4% da população mundial, os americanos consomem 40% da cocaína do mundo. Isso explica muita coisa….

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

BRASIL

Presidente afirmou que seu governo "está indo muito bem"

Notícias

Registros de armas crescerem 474% durante seu governo. Homicídios caíram no mesmo período

BRASIL

Assunto foi abordado nesta quinta pelo ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio

MUNDO

Mais de 50 migrantes morreram tentando cruzar a fronteira dos EUA com México

Anúncios