Siga-nos em

Buscas no site

Luciano Hang
Luciano Hang
Foto: Reprodução TV Senado

BRASIL

Luciano Hang rebate acusações: “Nunca pedi nenhum favor a Bolsonaro”

Empresário se manifestou por meio de uma rede social

Empresário se manifestou por meio de uma rede social

O empresário Luciano Hang usou as redes sociais para se manifestar a respeito de uma suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na publicação, compartilhada nesta quinta-feira (16), o dono da rede de lojas Havan, disse que nunca pediu nenhum favor pessoal ao chefe do Executivo.

– Notícia velha e requentada. Ano retrasado fiz uma live falando sobre o absurdo do Iphan paralisar nossa obra em Rio Grande (RS) por mais de 40 dias, devido a um artefato encontrado no terreno, que não passava de um pedaço de cerâmica comum, sem nenhum valor histórico. Só não foi mais tempo porque coloquei a “boca no trombone”, como sempre faço com esses absurdos que vejo por aí. Temos 168 lojas, vocês não fazem ideia das asneiras que já presenciei. Leis sem pé nem cabeça, tudo precisa de um carimbo, um alvará, uma licença… um verdadeiro calvário. Quem quer ter um negócio no Brasil, ajudar no desenvolvimento e gerar empregos é tratado como uma pessoa do mal, que deve ser podada e não incentivada. Bolsonaro usou o meu exemplo para expor algo que acontece com QUALQUER empreendedor brasileiro todos os dias. A fala do presidente reforça seu compromisso em buscar um país que cresça por meio da livre iniciativa, sem burocracia. Não adianta termos órgãos públicos que não deixam o povo trabalhar – escreveu ele, no Instagram.

Na imagem compartilhada por Hang, ele destaca que nunca pediu nenhum favor a Bolsonaro.

– Eu nunca pedi nenhum favor pessoal ao presidente Bolsonaro ou a qualquer outro político. Uma das minhas principais lutas é o fim de burocracias e leis burras que desestimulam quem quer investir e gerar emprego no Brasil – aponta trecho de uma nota publicada pelo empresário.

Durante um evento da Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp), na quarta-feira (15), Bolsonaro disse que “ripou todo mundo” do Iphan após o órgão interditar a construção de uma loja de Hang.

Propaganda. Role para continuar lendo.

– Tomei conhecimento [de] uma obra de uma pessoa conhecida, o Luciano Hang. [Ele] Estava fazendo mais uma loja, e apareceu um pedaço de azulejo nas escavações. Chegou o Iphan e interditou a obra. Liguei para o ministro da pasta e [perguntei:] que trem é esse? O que é Iphan? Explicaram para mim, tomei conhecimento e “ripei” todo mundo do Iphan – revelou Bolsonaro, na ocasião.

Nesta sexta-feira (17), o ministro André Mendonça foi sorteado o relator de um processo apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) contra o presidente Jair Bolsonaro.

A notícia-crime foi enviada à Corte por declarações dadas pelo presidente durante um evento promovido pela Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) e tem como base os crimes de prevaricação e advocacia administrativa.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou um pedido ao STF, nesta sexta, para que Mendonça declare suspeição em relação a relatoria de um processo contra Bolsonaro.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Torcedor que arremessou copo de cerveja em Hang é demitido

“Voto em Lula para presidente da França”, debocha Hang

Luciano Hang revela que pensa em se candidatar a cargo político

Luciano Hang apresenta queixa-crime contra Felipe Neto


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Empresário se manifestou neste sábado

BRASIL

Empresário teve perfil desativado após compartilhar vídeo sobre vacinação infantil

BRASIL

Vídeo divulgado no Instagram do empresário mostra um homem se aproximando da residência e jogando uma pedra

BRASIL

O empresário é acusado de abuso de poder econômico

Anúncios