Siga-nos em

Buscas no site

O Presidente Da Câmara Dos Deputador, Arthur Lira
O Presidente Da Câmara Dos Deputador, Arthur Lira
O presidente da Câmara dos Deputador, Arthur Lira | Foto: Pedro França/Agência Senado

BRASIL

‘Vilão’ dos preços dos combustíveis é o cálculo do ICMS, afirma Arthur Lira

O parlamentar propõe método que não aumente a pressão no bolso do pagador de impostos

O parlamentar propõe método que não aumente a pressão no bolso do pagador de impostos

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que o “vilão” para o aumento dos preços dos combustíveis está relacionado ao ICMS. O parlamentar considera que o problema não é o imposto sozinho, mas o método para o cálculo da alíquota.

“Estamos discutindo isso com profundidade desde que o presidente da Petrobras foi convidado ao plenário”, disse Lira nesta quarta-feira, 13, em entrevista à CNN Rádio.

A cobrança varia conforme o preço do bem ou do serviço, com base no intervalo dos últimos 15 dias. A Câmara propõe que a incidência seja gerada com base no histórico de valores dos últimos dois anos. De acordo com o deputado, a mudança não reduziria a receita dos Estados, mas apenas impediria o seu aumento — e a consequente pressão extra sobre o pagador de impostos — durante o atual momento de crise.

“Não propomos que estados percam receita, mas, neste momento de crise, contenção de preços, com altas que impactam milhares de pessoas, eles possam deixar de ganhar mais”, explicou.


Guedes: “Metade da inflação é comida e energia, que sobe todo o mundo”

Guedes sobre a inflação: ‘Preços estão subindo em todo mundo’

Bolsonaro: “Estamos pagando a inflação do fique em casa”

Guedes: Brasil “está decolando mais uma vez”, apesar de crise hídrica e inflação


Propaganda. Role para continuar lendo.
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Rosane Felix se manifestou após parte da imprensa culpar o presidente pelo aumento da inflação

MUNDO

Presidente havia projetado um aumento de apenas 29% para 2021

MUNDO

Relatório preocupou as autoridades econômicas americanas

MUNDO

Índice chegou a 3,1%, e as maiores taxas foram verificadas em energia (mais de 18%) e alimentos (6%)

Anúncios