Siga-nos em

Buscas no site

TSE Envia Resposta A Questionamentos De Militares Foto Ascom TSE
TSE Envia Resposta A Questionamentos De Militares Foto Ascom TSE
TSE envia resposta a questionamentos de militares Foto: Ascom/TSE

BRASIL

Após ‘cobrança’, TSE entrega repostas sobre urnas a militares

Documento tem cerca de 700 páginas e traz respostas aos questionamentos das Forças Armadas ao sistema eleitoral

Documento tem cerca de 700 páginas e traz respostas aos questionamentos das Forças Armadas ao sistema eleitoral

Nesta segunda-feira (14), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que enviou um documento às com as respostas aos questionamentos feitos sobre o sistema eletrônico de votação. De acordo com a Corte, o documento possui cerca de 700 páginas.

O envio ocorre após as Forças Armadas pedirem, em dezembro, explicações sobre o funcionamento das urnas eletrônicas ao TSE. Devido ao recesso do Judiciário, os militares ficaram sem as respostas e reforçaram o pedido no final de janeiro.

Apesar de não divulgar os questionamentos feitos pelas Forças Armadas, o TSE informou que as perguntas possuíam um certo “grau de complexidade”.

Propaganda. Role para continuar lendo.

– As questões, de natureza técnica, foram respondidas detalhadamente pela Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE em um documento com 69 páginas e três anexos, somando pouco mais de 700 páginas. Contudo, a íntegra do documento não foi divulgada por estar sob sigilo a pedido dos autores das perguntas – informou a Corte em nota.

A “cobrança” de informações dos militares ocorre após a implantação, por parte da Corte, da Comissão de Transparência Eleitoral (CTE). O grupo é composto por representantes do Exército, da Polícia Federal, do Ministério Público, do Congresso, do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).


TSE terá parceria com redes sociais para coibir “fake news”

Perguntas das Forças Armadas tem ‘certo grau de complexidade’, diz TSE

Sindicância da PF: Inquérito sobre TSE não estava sob sigilo

PF decide não indiciar Bolsonaro em inquérito sobre dados do TSE


Veja também

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

BRASIL

O candidato ao Senado Federal foi hostilizado em feira no bairro Juvevê

BRASIL

Candidatura do petista à Presidência da República foi registrada neste sábado no Tribunal Superior Eleitoral

BRASIL

Caminhoneiro fez o anúncio por meio de vídeo em seu perfil do Telegram

BRASIL

Ministro diz que TSE não "errou" ao convidar militares para integrar a Comissão de Transparência das Eleições

Anúncios