Siga-nos em

Buscas no site

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

BRASIL

Bolsonaro elogia operação no Alemão e lamenta morte de PM

Presidente disse que ligou nesta sexta para irmã de policial militar morto. Ação deixou 19 mortos, sendo 16 suspeitos

Presidente disse que ligou nesta sexta para irmã de policial militar morto. Ação deixou 19 mortos, sendo 16 suspeitos

Em uma live nas suas redes sociais, o presidente Jair lamentou nesta quinta-feira (21) a morte do policial militar Bruno de Paula Costa. O cabo da PM foi uma das 19 vítimas confirmadas na operação em conjunto das Polícias Civil e Militar no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Bruno tinha 38 anos e deixou uma esposa e dois filhos portadores do espectro autista. O chefe do Executivo considerou a morte como “fato lamentável” e relatou emoção porque o cabo era paraquedista.

– Fato lamentável lá do Rio de Janeiro, o cabo Bruno de Paula Costa faleceu vitimado aí por confronto com bandidos. Ele, que estava na UPP Nova Brasilia, foi socorrido e não resistiu. Tinha 38 anos, deixa viúva e dois filhos portadores do espectro autista. A fotografia dele (levanta a foto), até quando vi aqui me emocionei, porque (ele era) meu colega paraquedista. Deve ter feito curso enquanto serviu em alguma unidade da brigada paraquedista. Nossos sentimentos à família. Lamentamos o ocorrido – desabafou.

Ao ser questionado por uma jornalista, o pré-candidato à reeleição voltou a falar sobre o caso nesta sexta-feira (22). Ele estava em um posto de combustível em Brasília, ao lado de ministros do governo, verificando a redução dos preços. Na declaração, Bolsonaro ainda afirmou que ligou para a irmã de Bruno.

Propaganda. Role para continuar lendo.

– Hoje eu liguei… Atendeu a irmã do cabo da Polícia Militar executado pela bandidagem ontem quando chegava à UPP – ilustrou o chefe do Executivo.

Quando a jornalista perguntou sobre os suspeitos, o presidente sugeriu ela que “se solidarizasse com essas pessoas”. Ele preferiu não comentar a morte de Letícia Marinho Sales, de 50 anos, que foi atingida por um disparo dos policiais quando passava de carro, e por fim enalteceu a ação policial.

– Não vou entrar em detalhe aqui. Não, não, não. Se eu ligar para todo mundo que morre todo o dia, eu tô… Esse fato deu repercussão, é um cabo paraquedista, é meu irmão e ponto final. Parabéns a polícia militar aí – resumiu.

A operação tinha como alvo uma quadrilha de roubo de veículos. Segundo a PM, foram apreendidas 46 motos, além de uma metralhadora .50 (capaz de derrubar helicóptero), quatro fuzis e duas pistolas. A PM afirma ainda que quatro suspeitos foram presos na Favela da Galinha e um preso ferido está sob custódia no Getúlio Vargas.


Propaganda. Role para continuar lendo.

Veja também

2 Comentários

2 Comentários

  1. Jane cunha

    23/07/2022 em 10:37 am

    Direitos humanos , cadê vcs ?

  2. Toledo

    23/07/2022 em 2:10 am

    Parabéns para a polícia militar que aniquilou o ninho de ratazanas que infesta as comunidades do Rio de janeiro.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

BRASIL

Senador se manifestou por meio das redes sociais

BRASIL

Ação movida pelo PSB alega que houve falta de gestão institucional do governo em relação à varíola dos macacos

BRASIL

Presidente se reuniu com Eduardo, Flávio e Jair Renan, em Brasília

BRASIL

Justiça Eleitoral tem 26 pessoas que registraram sobrenome do presidente nas urnas

Anúncios