Siga-nos em

Buscas no site

Twitter Remove Posts De Críticas à Índia Por Gestão Da Pandemia
Twitter Remove Posts De Críticas à Índia Por Gestão Da Pandemia
Twitter Remove Posts De Críticas à Índia Por Gestão Da Pandemia

MUNDO

Censura: Twitter remove posts de críticas à Índia por gestão da pandemia

Retirada foi feita após uma solicitação judicial pedida pelas autoridades do país

Retirada foi feita após uma solicitação judicial pedida pelas autoridades do país

O Twitter removeu, nos últimos dias, dezenas de postagens que criticavam o governo da Índia por sua gestão da pandemia de Covid-19. A retirada foi feita após uma solicitação judicial pedida pelas autoridades do país, segundo uma porta-voz da empresa.

Entre os tuítes apagados, havia posts de um advogado, de um cineasta e de um secretário do estado de Bengal Oeste, de oposição ao governo nacional, chefiado pelo premiê Narendra Modi. Procurado, o governo indiano não respondeu sobre o bloqueio das mensagens.

– A supressão de informação e das críticas ao governo não são perigosas apenas para a Índia, mas coloca em risco as pessoas ao redor do mundo. A liberdade de questionar é uma parte intrínseca da liberdade de expressão. Estas restrições são um reflexo do enfraquecimento de todos os espaços institucionais na Índia – disse Mirza Saaib Beg, advogado que teve postagens apagadas.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O governo nacional e as autoridades estaduais são acusadas de terem “baixado a guarda” no começo do ano e autorizado grandes eventos com aglomerações, como festivais religiosos e comícios políticos, que favoreceram o espalhamento do vírus.

Os pedidos de retirada de críticas foram analisados de acordo as regras do Twitter e a lei local, disse uma porta-voz da empresa.

Para a Internet Freedom Foundation, grupo indiano de defesa dos direitos digitais, faltou transparência na ação.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Em um relatório de transparência recente, o Twitter disse ter recebido mais de 42 mil pedidos judiciais para remover conteúdo, vindos de 53 países.


Ação milionária de Sheherazade acusa Silvio de assédio e censura

YouTube derruba 4 vídeos de Bolsonaro por desinformação sobre a Covid

YouTube exclui vídeo em que Bolsonaro defende cloroquina

Twitter censura ativista conservador por ‘atacar’ pedófilos


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Em carta assinada por 186 pessoas, profissionais demonstraram "preocupação" a respeito de conteúdos publicados

BRASIL

Corte eleitoral encaminhou dois e-mails e um documento físico à sede da empresa, mas não conseguiu retorno

BRASIL

Empresário se manifestou neste sábado

BRASIL

A comentarista apontou que agências de checagem tentam silenciar os conservadores

Anúncios