Siga-nos em

Buscas no site

António Guterres
António Guterres
Foto: Divulgação

MUNDO

ONU: humanidade está a “um erro de cálculo” de sofrer “aniquilação”

Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirma que existem cerca de 13 mil armas nucleares no mundo

Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirma que existem cerca de 13 mil armas nucleares no mundo

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou que “a humanidade está a um mal-entendido, a um erro de cálculo da aniquilação nuclear”. O alerta foi feito na abertura da 10ª Conferência do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares (TNP) que acontece em Nova York, Estados Unidos, nesta segunda-feira (1º/8).

Guterres ressaltou que o mundo tem um arsenal de aproximadamente 13 mil armas nucleares. O secretário-geral da ONU relembrou as crises no e na península da Coreia.

“Tivemos uma sorte extraordinária até aqui. Mas sorte não é estratégia nem escudo para impedir que as tensões geopolíticas degenerem em um conflito nuclear”, afirmou.

Em relação às ameaças das armas nucleares, Guterres defendeu o diálogo e a negociação para reduzir as tensões entre as nações e estabelecer a confiança entre os países.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Veja também

3 Comentários

3 Comentários

  1. Sapiência

    02/08/2022 em 12:40 pm

    Eu acho que tinha que apertar logo o botão. Talvez os que resistirem criem um mundo melhor.

  2. Rosa Maria Santos dos Santos

    02/08/2022 em 11:40 am

    Ele pode cantar “Imagine “e pedir que esses países destruam essas bombas.

  3. Ruben August

    02/08/2022 em 9:47 am

    Por vezes, pode dar certo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

MUNDO

Doença já chegou a 70 países

BRASIL

Vice-presidente também tem agenda no Conselho das Américas

MUNDO

Democrata deu declarações nesta quarta-feira, logo após chegada ao aeroporto Ben Gurion, nos arredores de Tel Aviv

MUNDO

Segundo OMS, mais de 4,1 milhões de casos de Covid-19 foram registrados na última semana

Anúncios