Siga-nos em

Buscas no site

Varíola Dos Macacos [Imagem Ilustrativa] Foto CDC
Varíola Dos Macacos [Imagem Ilustrativa] Foto CDC
Varíola Dos Macacos [Imagem Ilustrativa] Foto CDC

MUNDO

Varíola dos macacos é registrada em crianças nos EUA pela 1ª vez

Segundo CDC, infecção foi provavelmente transmitida por familiares e não possuem relação entre si

Segundo CDC, infecção foi provavelmente transmitida por familiares e não possuem relação entre si

Um dia antes de a Organização Mundial da (OMS) declarar a varíola dos macacos como emergência global de saúde, o Centro de Controle e Prevenção de (CDC) comunicou que duas crianças foram diagnosticadas com a enfermidade pela primeira vez no país. Segundo as autoridades de saúde dos Estados Unidos, a infecção foi provavelmente transmitida por familiares e não estão relacionadas entre si.

O CDC explicou que um dos casos foi registrado na Califórnia, enquanto o outro foi detectado em um bebê de uma família que estava em viagem por Washington, mas que não mora no país. Ambos os pacientes estão bem, recebendo tratamento com o antiviral indicado para cuidar de menores de 8 anos: o tecovirimat, também chamado de TPOXX.

A diretora do CDC, Rochelle Walensky, pontuou, em entrevista ao Washington Post, que os dois registros têm ligação com a comunidade HSH (homens que fazem sexo com homens). Embora a doença atinja predominantemente esse grupo, a varíola dos macacos também pode se espalhar para outras pessoas que têm contato próximo aos infectados.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Entre os meios de transmissão para crianças listados pela agência, estão abraçar, alimentar, segurar, compartilhar toalhas, roupas de cama, copos, entre outros itens.

– Como humanos, nossos círculos sociais significam que temos contato com muitas pessoas diferentes. E, enquanto esse surto está se espalhando predominantemente em um círculo social específico, creio que fomos alertados desde o início que poderiam surgir novos casos fora desses grupos. Precisamos estar vigilantes e nos prepararmos para responder corretamente a essa situação – alertou Jennifer McQuiston, vice-diretora da Divisão de Patógenos e Patologia de Alta Consequência do CDC.


Propaganda. Role para continuar lendo.

Veja também

2 Comentários

2 Comentários

  1. Nina

    25/07/2022 em 7:07 pm

    Estão tentando criar outra pandemia. Vai vendo mundo.
    12.000 casos a nível mundial, é um número tão pequeno que nem dá para calcular a proporção seria 12000/8000000000000.
    E ainda a transmissão é contato próximo sendo sinônimo de íntimo, conjugal e já estão ampliando para compartilhamento de copos e toalhas.
    Mas esse vírus, provavelmente, deve ser tão sensível às condições externas ao corpo que qq proteção, por mínima que seja, o mata, como lágrima, saliva, muco e outros pelo corpo, daí sobre muito pouco lugar para entrada que seja desprovido de proteção, pois a natureza colocou proteção em todos as entradas do nosso corpo.

  2. Helena

    25/07/2022 em 6:53 pm

    KD meu comentário????

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Notícias

Ministro falaria em rede nacional sobre vacinação contra a poliomielite e o Dia Nacional da Saúde

MUNDO

Pasta de Obras Públicas do país vizinho oficializou medida na última semana

BRASIL

Ministro anunciou nesta segunda-feira que o país receberá o medicamento tecovirimat

MUNDO

Cidade estimou que "aproximadamente 150 mil nova-iorquinos podem estar em risco de exposição" ao vírus

Anúncios