Siga-nos em

Buscas no site

Renan Santos, Um Dos Líderes Do MBL
Renan Santos, Um Dos Líderes Do MBL
Renan Santos, um dos líderes do MBL Foto: Reprodução

BRASIL

Absurdo: MBL quer processar Damares por críticas a vídeo sobre estupro

Ministra informou que acionará Ministério Público contra Renan, por suposta apologia ao estupro, em vídeo de 2018

Ministra informou que acionará Ministério Público contra Renan, por suposta apologia ao estupro, em vídeo de 2018

O coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), Renan Santos, afirmou que irá acionar a Justiça contra a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, após ela anunciar que irá tomar providências acerca de um vídeo do grupo com suposta apologia ao estupro, feito em 2018.

Segundo Renan, a ministra faz uso da imagem dele e de sua colega, Bárbara Tonelli, para realizar “ataque político”.

– Tanto eu quanto a Bárbara Tonelli vamos processar a Damares Alves pelo uso da nossa imagem pra fazer ataque político. Essa sujeira não ficará impune – declarou o ativista no Twitter, na tarde desta segunda-feira (13).

No vídeo em questão, Renan faz o que chamou de “piada infeliz” com a também integrante do movimento Bárbara Tonelli. Na ocasião, ele afirma que, caso eles fossem barrados na entrada de um bar, iriam estuprá-la.

Propaganda. Role para continuar lendo.

– Eu falo, vocês repetem: nós, democraticamente, decidimos que vamos caminhar até o bar Violeta, que foi selecionado e negociado pela agente Bárbara Tonelli. Se não formos permitidos de entrar, a Bárbara será estuprada – disse.

A própria Bárbara saiu em defesa de Renan, e ambos emitiram nota conjunta afirmando que “não há nada de ilícito ou criminoso nas brincadeiras feitas naquela noite”. No comunicado, eles afirmam que são amigos de longa data e que Renan se desculpou “prontamente”, após o ocorrido.

– Somos amigos há mais de sete anos. Nutrimos afeto e respeito mútuo. Jamais tivemos qualquer desavença por conta desse episódio, ocorrido há três anos, e seguimos amigos, por nos tratarmos de pessoas normais, que fazem piadas, erram e se arrependem – diz a nota.

Depois da repercussão negativa do vídeo, a ministra Damares disse que acionou a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos e irá apresentar ao Ministério Público uma denúncia contra Renan, por suposta apologia ao estupro.

Renan, por sua vez, acusa a ministra de ser “oportunista” e de pagar de “moralista”.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Damares irá investigar vídeo em que líder do MBL fala de estupro

Doria é cobrado sobre multa para líder do MBL sem máscara

Eduardo Bolsonaro ironiza atos do MBL: ‘Nem o DataFôia dá jeito’

Manifestação do MBL no Rio e outras capitais foi um fracasso


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Condutor da aeronave simulou uma queda e conseguiu evitar a tentativa de resgate no Complexo de Bangu. Momento foi filmado por policiais

BRASIL

Homem cumpre pena de mais de 30 anos por cinco homicídios

BRASIL

Operação cumpriu mandados em GO e SP. Suspeita é de desvios relacionados com Organização Social que administra hospitais voltados à Covid

BRASIL

O secretário de Educação também foi levado sob custódia

Anúncios