Siga-nos em

Buscas no site

As Autoridades Estão Oferecendo Uma Recompensa De 310 Dólares Para Quem Delatar Atividades Religiosas
As Autoridades Estão Oferecendo Uma Recompensa De 310 Dólares Para Quem Delatar Atividades Religiosas
As autoridades estão oferecendo uma recompensa de 310 dólares para quem delatar atividades religiosas. (Foto: ChinaAid).

MUNDO

Comunismo: Polícia chinesa coloca cartazes anunciando recompensa para quem denunciar cristãos

A ação é uma tentativa de reprimir a comunidade evangélica em Taiyan, um grande centro urbano com mais de 4,5 milhões de pessoas.

A ação é uma tentativa de reprimir a comunidade evangélica em Taiyan, um grande centro urbano com mais de 4,5 milhões de pessoas.

A Polícia em Taiyuan, a capital da província de Shanxi, na China, colocou cartazes, anunciando recompensas para quem denunciar cristãos na cidade. A ação é uma tentativa de reprimir a comunidade evangélica em Taiyan, um grande centro urbano com mais de 4,5 milhões de pessoas.

De acordo com o jornal ChinaAid, a Delegacia de Polícia Rodoviária de Taiyuan Pingyang e o Centro de Negócios Comunitários de Pingyangjingyuan penduraram cartazes com grandes slogan que diziam: “Denuncie atividades religiosas ilegais e receba uma recompensa em dinheiro de até ¥ 2.000 (310 dólares). Ligue: 110 ou 12345″.

Nos últimos anos, o Partido Comunista Chinês tem intensificado a perseguição contra os seguidores de Cristo ao aprovar uma nova legislação para controlar comunidades religiosas. As igrejas que se recusam a se registrar no Bureau de Assuntos Religiosos, que regulamenta instituições religiosas, enfrentam perseguição e seus membros correm o risco de serem detidos, presos e acusados em processos criminais.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O Bureau de Assuntos Religiosos, o Departamento de Segurança Pública, os agentes de segurança nacional e os escritórios subdistritais da China se uniram para perseguir igrejas não registradas no governo, as chamadas igrejas domésticas. As autoridades comunistas realizam prisões, busca, despejo, multas elevadas e acusações falsas contra os cristãos.

Aumento da perseguição comunista

Além de perseguir os seguidores de Jesus que estão vivos, o governo chinês também tem como alvo aqueles que estão mortos. Em setembro de 2020, em Yuncheng, no distrito de Yanhu, as autoridades ordenaram a demolição de túmulos dos missionários da “Missão Sueca na China”. Três máquinas escavadeiras e cem pessoas foram acionadas para demolir e plantar árvores no lugar dos túmulos.

Em dezembro de 2020, túmulos de cristãos  também foram destruídos em Xinzhou, onde oito missionários estrangeiros e mais de 40 evangélicos chineses foram enterrados. O mesmo ocorreu no condado de Daning, onde cinco missionários da “China Inland Mission” foram sepultados.

Propaganda. Role para continuar lendo.

De acordo com relatórios divulgados recentemente, a perseguição religiosa na China se intensificou em 2020, com milhares de cristãos afetados pelo fechamento de igrejas e outros abusos dos direitos humanos. O país ordenou aos cristãos que destruíssem as cruzes de suas igrejas e colocassem imagens de líderes comunistas nas igrejas.

A Missão Portas Abertas classificou a China em 17º na lista de países que mais perseguem cristãos.


Damares a cristãos: ‘Nós vamos ficar muito tempo no poder’

Absurdo: Twitter suspende cristão que chamou atleta trans de “homem”

Ditadura Comunista: China remove cruzes dos barcos de pescadores cristãos

Pai muçulmano bate e envenena filha por colocar fé em Cristo após ‘cura milagrosa’


Propaganda. Role para continuar lendo.
1 Comment

1 Comment

  1. Jairo Eduardo archila

    08/10/2021 em 7:58 pm

    Deus também tem uma recompensa tanto a quem dedurar, quanto a quem proteger, livre árbitro!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MUNDO

Autoridades de saúde do governo chinês recentemente começaram a vacinar crianças de até três anos contra o coronavírus chinês, informou o China Daily na...

Notícias

Obras trazem personagens como Che Guevara apresentados como pessoas sem defeitos e uma Cuba sem crianças de rua

BRASIL

Ministros consideraram medida em vigor no Mato Grosso do Sul inconstitucional

MUNDO

Recentemente, porém, presidente chinês afirmou que quem oprimisse o país teria "sua cabeça ensanguentada contra a Grande Muralha"

Anúncios