Siga-nos em

Buscas no site

Paulo Sérgio Nogueira De Oliveira, Ministro Da Defesa
Paulo Sérgio Nogueira De Oliveira, Ministro Da Defesa
Paulo Sérgio Nogueira De Oliveira, Ministro Da Defesa

BRASIL

Defesa pede acesso urgentíssimo a código-fonte de urnas ao TSE

Prazo dado ao ministro Edson Fachin é de dez dias

Prazo dado ao ministro Edson Fachin é de dez dias

O ministro da Defesa Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira solicitou ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, acesso aos códigos-fonte das urnas eletrônicas. O ofício é classificado pela pasta como “urgentíssimo” e pede a disponibilização dos dados até o dia 12 de agosto.

– A fim de possibilitar a realização de procedimentos de fiscalização – justifica o ministro da Defesa.

– Haja vista o exíguo tempo disponível até o dia da votação, solicito que o acesso aos códigos-fonte seja disponibilizado, para a execução do trabalho da Equipe das de Fiscalização do Sistema Eletrônico de Votação, na janela de trabalho inicial de 2 a 12 de agosto de 2022 – diz o ofício.

O código-fonte é um conjunto de comandos escritos em linguagem de programação que compõe um software. Uma vez que obtenha o acesso ao mesmo, o Ministério da Defesa pode testar a tecnologia, achar possíveis falhas e sugerir correções.

Paulo Sérgio é a ponte entre o presidente (PL) e as Forças Armadas nos embates sobre a lisura do sistema eleitoral brasileiro. Os militares exigem uma apuração paralela de votos, o que foi negado pelo TSE.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Veja também

5 Comentários

5 Comentários

  1. MAX JUNIOR

    03/08/2022 em 10:01 am

    JÁ ERA SEM TEMPO. OS MILITARES PRECISAM MOSTRAR QUE MANDAM NESSE PAÍS, E NÃO FICAR SE SUBMETENDO A UMA CASTA VELHA, QUE NEM CONCURSADO É, PARA. TÁ NA HORA DE COLOCAR ESSE GENTE EM DEVIDO LUGAR.

  2. José Carlos

    02/08/2022 em 6:40 pm

    Ou dá ou desce!
    Vamos derrubar essa turma do STF
    Para preservar a instituição precisamos retirar o joio do trigo

  3. roberto

    02/08/2022 em 6:36 pm

    Esses bandidos de togas não irão fornecer e quero ver as forças armadas dizerem a eles que quem manda e o presidente eleito por votação e não eles indicados por bandidos indiciados.

  4. Mauro S. Costa

    02/08/2022 em 6:00 pm

    O tempo está passando e esses esquerdalhas estão empurrando com a barriga até o dia das eleições para não atender as exigências das FFAA. Precisamos de fiscalização nessas urnas eletrônicas pois com toda a certeza vão fraudar as eleições pois querem a qq custo o país de volta para a corrupção e o poder pelo poder! Mas não vencerão!

  5. Elizabete Rodrigues do Nascimento

    02/08/2022 em 5:13 pm

    👏👏👏

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

BRASIL

Ex-presidente foi convidado para uma entrevista no podcast

BRASIL

Cassação ou não do vereador será definida pelo plenário da Câmara na próxima terça

BRASIL

Empresário convidou seus seguidores a assinarem o manifesto do presidente

BRASIL

Ministro da Cidadania corrobora plano de governo apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro ao TSE

Anúncios