Mulher Grávida Mulher Grávida

Em post sobre pós-parto, Ministério da Saúde substitui mãe por “pessoa que pariu” e “o corpo de quem pariu”

Ministério da Saúde de Lula lança campanha de cuidados pós-parto sem mencionar ‘mulher’ ou ‘mãe’

Nas redes sociais, o Ministério da de Luiz Inácio da Silva (PT) publicou uma campanha sobre cuidados pós-parto sem mencionar as palavras “mulher” ou “mãe”, que foram substituídas por “o corpo de quem pariu” ou “pessoa que pariu”.

“Também conhecido como pós-parto, puerpério é o período que ocorre após o parto. Nesta fase, o corpo de quem pariu está em processo de recuperação passando por uma série de modificações físicas, emocionais e psicológicas”, diz o texto publicado no último domingo (14).

“Estima-se que o tempo médio do puerpério é de 6 semanas, começando imediatamente após o parto do bebê. Contudo, esse período pode ser variável de acordo com cada realidade, especialmente quando relacionado à amamentação. Durante esta fase, a pessoa que pariu ou vivenciou uma perda gestacional está readequando a sua rotina à nova realidade”.

“A consulta puerperal é realizada no período de quarenta e dois dias após o parto, com finalidade da conclusão da assistência obstétrica. Na Atenção Primária à Saúde recomenda-se uma visita domiciliar na 1ª semana após a alta do bebê”, finaliza o texto.


Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *