Ministros Participam De Cerimônia De Despedida Foto Reprodução Twitter Ministros Participam De Cerimônia De Despedida Foto Reprodução Twitter

Jair Bolsonaro vai à cerimônia de despedida de ministros

Nove integrantes do governo deixam os cargos nesta quinta-feira

O presidente participou, na manhã desta quinta-feira (31), da cerimônia que marcou a despedida dos ministros que deixarão o governo para disputar as eleições deste ano. Durante o ato, o presidente também deu posse aos substitutos. Ao todo, nove ministros tiveram suas saídas oficializadas na edição desta quinta do Diário Oficial da União (DOU).

Durante a cerimônia, os ministros que deixam os cargos fizeram discursos de agradecimento a . Uma saída que ainda não foi oficializada, mas que também deve acontecer, é a do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, que está cotado para ser o vice-presidente do presidente Jair Bolsonaro.

O sucessor de Braga Netto deve ser o general Paulo Sérgio Nogueira, atual comandante do Exército, que, por sua vez, será substituído pelo general Marco Antônio Freire Gomes. A passagem de comando do Exército está prevista para a tarde desta quinta.

Um dos participantes do evento foi o deputado Daniel Silveira (União Brasil-RJ), que participou da cerimônia na primeira fileira destinada aos convidados. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a instalação de tornozeleira eletrônica em Silveira. No evento, Silveira declarou, porém, que não havia colocado o equipamento.

Confira a seguir a lista dos ministros que deixam os cargos e para quais cargos eles devem concorrer neste ano:

Tarcísio de Freitas, ministro da Infraestrutura – disputará o , pelo Republicanos;

Onyx Lorenzoni, ministro do Trabalho e Previdência – disputará o governo do Rio Grande do Sul, pelo Partido Liberal;

João Roma, ministro da Cidadania – disputará o governo da Bahia, pelo Partido Liberal;

Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos – disputará uma vaga ao Senado Federal pelo estado do Amapá, ou Sergipe ou pelo Distrito Federal, pelo partido Republicanos;

Gilson Machado, ministro do Turismo – disputará uma vaga ao Senado Federal pelo estado de Pernambuco, pelo Partido Liberal;

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional – disputará uma vaga ao Senado Federal pelo Rio Grande do Norte, pelo Partido Liberal;

Tereza Cristina, ministra da Agricultura – disputará uma vaga ao Senado Federal, pelo estado do Mato Grosso do Sul, pelo partido Progressistas;

Flávia Arruda, ministra-chefe da Secretaria de Governo – disputará uma vaga ao Senado Federal, pelo Distrito Federal, pelo Partido Liberal;

Marcos Pontes, ministro da Ciência e – disputará uma vaga na , por São Paulo, pelo partido Partido Liberal.

E confira a seguir a lista de nomes dos que assumem os ministérios a partir de agora:

Marcelo Sampaio Cunha Filho, novo ministro da Infraestrutura no lugar de Tarcísio de Freitas;

José Carlos Oliveira, novo ministro do Trabalho e Previdência no lugar de Onyx Lorenzoni;

Ronaldo Vieira Bento, novo ministro da Cidadania no lugar de João Roma;

Cristiane Rodrigues Britto, nova ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos no lugar de Damares Alves;

Carlos Alberto Gomes de Brito, novo ministro do Turismo no lugar de Gilson Machado;

Daniel Ferreira, novo ministro do Desenvolvimento Regional no lugar de Rogério Marinho;

Marcos Montes, novo ministro da Agricultura no lugar de Tereza Cristina;

Célio Faria Júnior, novo ministro-chefe da Secretaria de Governo no lugar de Flávia Arruda;

Paulo César Alvim, novo ministro da Ciência e Tecnologia no lugar de Marcos Pontes.


Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *