Siga-nos em

Buscas no site

Presidente Do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, Reabriu As Atividades Do Judiciário
Presidente Do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, Reabriu As Atividades Do Judiciário
Presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, reabriu as atividades do Judiciário Foto: STF/Nelson Jr

BRASIL

Ministro Fux também não estará em reunião com embaixadores

Presidente do STF se junta a Edson Fachin, que já havia informado que não compareceria

Presidente do STF se junta a Edson Fachin, que já havia informado que não compareceria

Além do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, o chefe do Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, também não irá ao encontro organizado pelo presidente com embaixadores de países estrangeiros no Brasil, previsto para esta segunda-feira (18).

Em ofício enviado ao Palácio do Planalto, o presidente do TSE, o ministro Edson Fachin, disse que o “dever de imparcialidade” o impede de ir à reunião. Já o presidente do STF, Luiz Fux, estará fora de e só retorna à capital na terça-feira (19).

Além de Fux e Fachin, também convidou para o encontro com os dignitários estrangeiros o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), o ministro Emmanoel Pereira; e a presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes – este último é um órgão de assessoria do Congresso e não faz parte do Poder Judiciário.

Propaganda. Role para continuar lendo.

A reunião de Bolsonaro com os embaixadores é uma resposta a um evento realizado em maio deste ano pelo TSE para apresentar aos embaixadores estrangeiros o funcionamento do sistema eletrônico de votação adotado no Brasil. No dia 7 de junho, Bolsonaro disse que marcou um encontro com “50 embaixadores” para discutir o assunto.

– Vamos mostrar 2014 e eleições de 2018, onde eu ganhei no primeiro turno. Agora eu falo isso, não é da boca para fora, é comprovado – ressaltou o presidente.


Veja também

7 Comentários

7 Comentários

  1. Sandro R. Coutinho

    17/07/2022 em 12:56 pm

    Engraçado né??? Quando é pra ir para falar mau do nosso país e do nosso Presidente lá fora eles vão. Esses são os verdadeiros inimigos da nação.

    • Maurilio Oliveira Correa

      17/07/2022 em 6:06 pm

      Esses vampiros do povo brasileiro deveriam ir, para quem sabe rebaterem a explanação do presidente sobre 2014 e 2018. Muito embora eu os veja que pessoas sem caráter, quem sabem iriam se retirar com uma pontinha de vergonha.

  2. Mauro Costa

    17/07/2022 em 11:28 am

    Os capas pretas lazarentos estão com receio de passar vergonha pelas mutretas que fizeram nessas eleições passadas e pelo que já está preparado para ser feito em outubro agora de fraudes nas eleições!

  3. Olavo Paiva

    17/07/2022 em 11:04 am

    O Presidente Bolsonaro é um gênio em Politica. Fez o Convite aos “poderhorrorosos”do STF, sabendo que os imbecís regeitariam ao convite e ainda fariam a mídia, também idiota, publicar.Assim, fica claro que é quem no processo eleitoral. Que na verdade moatra quem mente descaradamente. Como o Presidente do STF se propõe a palestrar quando convidado por qualquer entidade e se nega participar em uma reunião tão importante com Embaixadores de vários países?!?
    Como o Presidente do TSE é seus pares, se reunem com a “quadrilha” do PT/PCC é se nega ao Convite do Presidente da República?!?!
    Fica claro ao Mundo que é quem!?!?
    Ah!Fica sim.
    Parabéns Presidente!

  4. roberto

    17/07/2022 em 10:51 am

    Amanhã será um dia histórico aonde iremos saber tudo que esses bandidos fizeram com a nação.
    Se não vão comparecer, deixarão de ser indagados perante o mundo sobre todas as falcatruas que participaram.
    Canalhas, covardes.

    • Alda Silva

      17/07/2022 em 7:38 pm

      Covardes! Tem medo da verdade.

  5. J. Renato

    17/07/2022 em 12:34 am

    Acho que o pessoal do Ministério da Defesa também não poderá comparecer a reunião do Fachini….
    Tem um grupo que está agindo sob ameaça de morte…Plata ou Blond….rss

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

MUNDO

Opositor se manifestou por meio das redes sociais, neste sábado

BRASIL

Senador se manifestou por meio das redes sociais

BRASIL

Ação movida pelo PSB alega que houve falta de gestão institucional do governo em relação à varíola dos macacos

BRASIL

Bruno Calandrini ajuizou pedido no Supremo Tribunal Federal

Anúncios