Siga-nos em

Buscas no site

Pfizer
Pfizer
Foto: © Reuters / Carlo Allegri

MUNDO

Pfizer, BioNTech e Moderna estão lucrando 515 milhões de reais por dia com as vacinas contra Covid-19, segundo pesquisa

Os três principais fabricantes de vacinas Covid-19 estão ganhando aproximadamente R$ 360.000 reais por minuto com a venda de suas vacinas.

Os três principais fabricantes de vacinas Covid-19 estão ganhando aproximadamente R$ 360.000 reais por minuto com a venda de suas vacinas.

“É obsceno que apenas algumas empresas estejam lucrando milhões de dólares a cada hora, enquanto apenas 2% das pessoas em países de baixa renda foram totalmente vacinadas contra o coronavírus ”, declarou a Aliança Africana e a Aliança de Vacina Popular da África na terça-feira.

Pfizer, BioNTech e Moderna estão ganhando US $ 65.000 dólares (R$ 360.000 reais) a cada minuto com a venda de suas vacinas contra Covid-19, segundo foi revelado na terça-feira, observando que as empresas transferiram a maioria de suas vacinas para países ricos. O trio farmacêutico terá realizado 187 bilhões de reais entre eles, calculam as ONGs, com somas que chegam a 5.400 reais por segundo ou 515 milhões de reais por dia.

Apesar desses lucros prodigiosos, impressionantes 98% das pessoas em países de baixa renda continuam não vacinadas, de acordo com a People’s Vaccine Alliance Africa (PVA) e a African Alliance. A organização acrescentou que enquanto a Pfizer e a BioNTech entregaram menos de 1% de seu abastecimento para países de baixa renda, a Moderna fez ainda pior, distribuindo apenas 0,2% de seu próprio abastecimento para países de baixa renda.

“ Pfizer, BioNTech e Moderna usaram seus monopólios para priorizar os contratos mais lucrativos com os governos mais ricos, deixando os países de baixa renda de fora ”, disse Maaza Seyoum da Aliança Africana ao MedicalXpress na terça-feira. Embora a AstraZeneca e a Johnson & Johnson tenham tido mais sucesso na distribuição de suas vacinas sem fins lucrativos, eles planejam encerrar esse acordo em um futuro próximo, prevendo o fim da pandemia Covid-19.

A organização pediu que a ‘Big Pharma’ suspenda temporariamente os direitos de propriedade intelectual sobre as vacinas contra Covid-19, renunciando aos direitos de propriedade intelectual sob um acordo da Organização Mundial do Comércio, mas países ricos como Alemanha e Reino Unido bloquearam essa medida.

Propaganda. Role para continuar lendo.

As informações são da RT


Lugar ‘mais vacinado’ na terra cancela o Natal por causa do aumento de casos de Covid

‘Estão impondo um apartheid sanitário’, diz Cristina Graeml sobre demissão de não vacinados

Governo Petista da Bahia vai publicar decreto exigindo vacinação de servidores

Janaína Pascoal quer passaporte da vacina para “pegação” no Carnaval


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Instituto Butantan tem capacidade máxima para fabricar até 1 milhão de doses por dia

BRASIL

"Foi em função da vacina ou não foi?", questionou Bolsonaro, após Saúde descartar relação do caso com a vacina contra a Covid

BRASIL

Confederação também determina realização de testes antes das partidas

Anúncios