Siga-nos em

Buscas no site

Setor De Serviços Surpreendeu Em Novembro E Registrou Alta Depois De Dois Meses De Retração
Setor De Serviços Surpreendeu Em Novembro E Registrou Alta Depois De Dois Meses De Retração
Setor de serviços surpreendeu em novembro e registrou alta depois de dois meses de retração | Foto: Arquivo/Agência Brasil

BRASIL

Setor de serviços surpreende e cresce 2,4% em novembro

Em relação a novembro do ano anterior, o segmento alcançou um crescimento expressivo de 10%

Em relação a novembro do ano anterior, o segmento alcançou um crescimento expressivo de 10%

Depois de dois meses seguidos de queda, o setor de serviços no Brasil registrou um resultado positivo em novembro do ano passado e superou as expectativas mais otimistas.

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 13, pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de serviços no país teve alta de 2,4% em novembro, na comparação com outubro.

O número de outubro, por sua vez, foi revisado pelo instituto — passou de uma queda de 1,2% para uma baixa ainda maior, de 1,6%.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Em relação a novembro do ano anterior (2020), o setor de serviços alcançou um crescimento expressivo de 10%. Foi a nona taxa positiva consecutiva nessa base de comparação.

Com o resultado, o setor ficou 4,5% acima do patamar verificado antes do início da pandemia de covid-19, ainda em fevereiro de 2020.

Os dados de novembro vieram bem acima do esperado pelo mercado. A projeção da Refinitiv era uma oscilação positiva de 0,2% na base mensal e de 6,5% na comparação anual.

Propaganda. Role para continuar lendo.

“Esta recuperação do mês de novembro coloca o setor no maior patamar dos últimos seis anos, igualando-se ao nível de dezembro de 2015”, afirmou o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo. “Das últimas 18 informações divulgadas, na comparação mês contra mês anterior, 15 foram positivas e três negativas.”

Em novembro de 2021, quatro das cinco atividades pesquisadas registraram crescimento. O maior destaque ficou por conta dos serviços de informação e comunicação (+5,4%).

A atividade de transportes teve alta de 1,8% no período, praticamente recuperando a perda de 1,9% registrada entre setembro e outubro do ano passado.

O turismo também respondeu por parte importante da recuperação do setor. Em novembro, a alta do segmento foi de 4,2% na comparação com outubro — sétima taxa positiva consecutiva. No entanto, a atividade ainda se encontra 16,2% abaixo do patamar pré-pandemia.

Propaganda. Role para continuar lendo.

No acumulado de janeiro a novembro de 2021, a taxa de crescimento dos serviços ficou em 10,9%. Em um período de 12 meses até novembro, a expansão foi de 9,5%.


Crescimento: Emprego cresce 4 pontos e o desemprego, que chegou a 14,8%, cai para 12,6%

Bolsonaro diz que o PIB do Brasil dever crescer 5% em 2021

Sob gestão Biden, inflação tem a maior alta dos EUA desde 1982

Inflação da Alemanha em 2021 foi a maior em 29 anos


1 Comment

1 Comment

  1. Edgard de Castro

    13/01/2022 em 2:06 pm

    E, você escutar xojarlistas e ex-ministros dizer que o País vai mal! Não tem preço!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Recuperação do mercado foi puxada pelo aumento do trabalho informal

BRASIL

Número representou uma aceleração na geração de empregos formais na comparação com outubro

BRASIL

Queda na taxa de desemprego se estendeu a todas as regiões do País

BRASIL

Afirmação foi feita durante discurso na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira do Bahrein

Anúncios