Siga-nos em

Buscas no site

Servidores Não Vacinados Em Guarulhos Estão Suspensos
Servidores Não Vacinados Em Guarulhos Estão Suspensos
Servidores não vacinados em Guarulhos estão suspensos Foto: EFE/Gustavo Amador

BRASIL

Câmara de Guarulhos suspende servidores que não se vacinaram

Funcionários da administração pública são “obrigados” a se vacinar desde setembro

Funcionários da administração pública são “obrigados” a se vacinar desde setembro

O presidente da Câmara Municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, Fausto Martello, assinou uma portaria suspendendo os servidores que não comprovaram vacinação contra a Covid-19.

O texto cita como base a portaria municipal de setembro de 2021 que obriga todos os funcionários da administração pública direta e indireta a se imunizarem contra o novo coronavírus.

A portaria, publicada no Diário Oficial do município da última sexta-feira (22), trazia os nomes dos funcionários e também de vereadores com os contratos de trabalho suspensos.

Em nota enviada hoje (25), entretanto, a Diretoria Administrativa de Pessoal informou que a lista estava desatualizada, devido a um erro do serviço médico da câmara municipal.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Segundo o comunicado, todos os vereadores já estão imunizados contra a covid-19. A previsão é que seja publicada amanhã (26), no Diário Oficial, a lista atualizada com os servidores que ainda não tomaram a vacina.

As informações são da Agência Brasil


Manifestantes protestam contra passaporte da vacina em São Paulo

Técnico de futebol do estado de Washington se recusa a tomar vacina e se demite

Médica afirma que Vacinas contra covid são experimentais e ultrapassadas

Chanceler austríaco ameaça prender não vacinados em casa se houver aumento de casos


Propaganda. Role para continuar lendo.
1 Comment

1 Comment

  1. José Ricardo Almeida da Silva

    25/10/2021 em 10:21 pm

    Como já sabemos grande maioria dos brasileiros já se vacinaram sem a obrigatoriedade , contudo os números de infectados só vem diminuindo .
    É compreensível que uma pessoa não queira tomar por relação ao efeitos colaterais sabendo que o imunizante é de fase esperimental , além disso o fato de que quem se vacinou pode contrair é também transmitir sendo vacinados ou não transmissores , essa medida viola o direito do cidadão sendo uma imposição desproporcional

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Advogado de 28 anos morreu em agosto, três dias após tomar o imunizante da AstraZeneca

BRASIL

Deputada comentou a situação em suas redes sociais

BRASIL

Sintomas são parecidos com os da Covid-19

MUNDO

Países europeus estão endurecendo as restrições

Anúncios