Gilmar Mendes Gilmar Mendes

Colunista do UOL diz que fala de Gilmar Mendes sobre Bolsonaro: ‘Motivo para impeachment’

Wálter Maierovitch critica antecipação de juízo por parte do ministro do Supremo Tribunal Federal

O comentarista do UOL e desembargador aposentado do Tribunal de de São Paulo, Wálter Maierovitch, acredita que o Ministro Gilmar Mendes, do Tribunal Federal (STF), deveria ser submetido a um processo de impeachment por manifestar publicamente e fora do contexto processual, sua opinião em certos casos.

Na última quinta-feira, 29, Maierovitch expressou em um programa audiovisual do UOL que Mendes deveria ser destituído de seu cargo como ministro do STF. Ele mencionou que o juiz afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que o ex-presidente admitiu um delito. O membro do Supremo disse à publicação: “Parece [que foi uma confissão], que todos sabiam”.

O jurista acredita que Mendes acaba infringindo a Constituição Federal. Nessa perspectiva, o desembargador aposentado ainda se referiu ao ministro do STF como um “papagaio”, agindo como se fosse um “formador de opinião”.

“Isso [declaração de Mendes] é motivo para impeachment“, disse Maierovitch. “O juiz não pode contrariar a Constituição. Gilmar Mendes é um papagaio há muito tempo, como se ele fosse um formador de opiniões. Ele usa esse tipo de estratégia e qual o resultado? As pessoas, certamente, colocando o Supremo como tribunal político em que ministros se intrometem em tudo e que ministros pré-julgam, que é o que ele faz sempre.”

“Ele está o tempo inteiro contra a Constituição e atenta à lei orgânica da magistratura”

Wálter Maierovitch, colunista do UOL, sobre a atuação de Gilmar Mendes

Segundo o colunista do UOL, o decano do Supremo, Mendes, tem ações que desafiam as normas do próprio Poder Judiciário. “Ele é um papagaio inoportuno”, afirmou. “Ele está constantemente contra a Constituição e desrespeita a lei orgânica da magistratura, que proíbe o juiz de expressar-se fora dos autos.”

Gilmar Mendes: O Decano do STF

Desde junho de 2002, Gilmar Mendes tem servido como ministro do STF, após ser nomeado pelo então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso. Com a aposentadoria de em julho de 2021, ele se tornou o decano do Supremo, ou seja, o ministro com mais tempo de tribunal.

Conforme a lei atualmente em vigor no país, um ministro do STF é obrigado a se aposentar ao atingir 75 anos de idade. Mendes alcançará essa idade em dezembro de 2030. As informações são da Revista Oeste.


Veja também

  1. Inoportuno é o mínimo que se pode adjetivar essa pessoa. Mas como contar o cumprimento da Lei da Magistratura se o cidadão em tela jamais foi juiz?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *