Siga-nos em

Buscas no site

Cena Do Filme Eternos
Cena Do Filme Eternos
Cena do filme Eternos Foto: Divulgação/Marvel

MUNDO

Filme da Marvel com beijo gay é banido em países do Golfo

Eternos chegará aos cinemas na próxima semana, mas não deve ser lançado na Arábia Saudita, no Qatar e no Kuwait

Eternos chegará aos cinemas na próxima semana, mas não deve ser lançado na Arábia Saudita, no Qatar e no Kuwait

Alguns países do Golfo Pérsico decidiram banir o novo filme da Marvel que chegará aos cinemas este mês, Eternos. De acordo com o jornal The Hollywood Reporter, a razão para Arábia Saudita, Qatar e Kuwait decidiram não lançar a produção é devido a uma cena presente no filme, um beijo gay entre dois atores. A informação foi dada pela revista Veja.

Com previsão de chegar aos cinemas na próxima quinta-feira (11), sites destes três países não exibem mais o nome do filme. Apenas os Emirados Árabes, que fica na mesma região, ainda aparecem na lista de lançamento.

De acordo com o veículo, o estúdio responsável pelo filme teria recebido pedidos de autoridades dos três países para remover a cena, mas a Disney acabou rejeitando todos eles.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O filme trata de um grupo de alienígenas que vivem na Terra há milhares de anos e que precisam proteger a humanidade de uma ameaça.


Em nova série, boneco Chucky mata para defender amigo gay

Lacração: Doritos México lança comercial de fantasmas gays em homenagem ao “Dia de los Muertos”

Caso Maurício: Eduardo Bolsonaro critica a ‘militância gayzista’

Deputado propõe homenagem a Maurício e cita ‘ditadura gay’


3 Comentários

3 Comentários

  1. João

    27/11/2021 em 11:06 pm

    A gente não consegue criar um abaixo assinado pra a Marvel voltar a apenas contar as histórias que ouvíamos quando éramos crianças? Tudo agora tem que envolver questões de militância…

  2. Carlos

    12/11/2021 em 6:33 pm

    O cerco está se fechando e falta pouco para que set hetero seja uma ofensa a moral e os bons costumes e seja mesmo proibido, ainda q de formas indiretas, gostar do sexo oposto. Tudo bem no estilo daquela velha piada do cara q está indo embora do país antes q ser gay seja obrigatório.

    • Carlos

      12/11/2021 em 6:35 pm

      A ficção antecipa as novas realidades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

'Todos devem se lembrar que tínhamos algumas dificuldades no passado, por exemplo, a atuação o MST', disse

BRASIL

Atleta ainda declarou que não está no espaço do futebol para falar de política

BRASIL

Medida livra de punição agentes de segurança responsáveis por mortes ou atos durante ações policiais

BRASIL

Após ser compartilhado pela primeira-dama, desenho foi chamado de "lixo" por usuário do Instagram

Anúncios