Siga-nos em

Buscas no site

Fred Ring Era Apresentador Do Tá Na Área
Fred Ring Era Apresentador Do Tá Na Área
Fred Ring era apresentador do Tá na Área Foto: Divulgação/TV Globo

BRASIL

Globo proíbe funcionários de apoiar Bolsonaro, diz ex-SporTV

Fred Ring disse ainda que quem demonstra apoio é “cancelado” pelos colegas

Fred Ring disse ainda que quem demonstra apoio é “cancelado” pelos colegas

O apresentador Fred Ring, que se demitiu do SporTV no ano passado, denunciou nas redes sociais que a TV Globo proíbe seus funcionários de demonstrarem apoio ao presidente Jair Bolsonaro. O ex-apresentador do Tá na Área fez a revelação ao comentar uma publicação do perfil Fui Clear, no Instagram.

No post, o perfil questiona se “100% dos funcionários do grupo Globo são contra o governo”. O Fui Clear ainda pergunta se os contratados “são proibidos de se manifestar”.

– Sim! São proibidos! Quando expõem, são criticados ou “cancelados” das panelas. Eu, por exemplo, fui procurar outro emprego. Pra bom entendedor meia palavra basta – disse o jornalista, que hoje atua na Jovem Pan.

A saída de Ring aconteceu de forma polêmica e foi causada por um post do apresentador. Na época, ele afirmou que o Corinthians tinha um “apito amigo” e que estava sendo favorecido no Campeonato Paulista.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Na ocasião da sua demissão, Ring disse em entrevista à Jovem Pan que deixou a Globo porque “o canal tomou um direcionamento ideológico que ele não concordava”.


“Tenho vergonha do jornalismo da Globo”, dispara Bolsonaro

Globo faz cobertura tendenciosa dos atos e web detona a emissora

Globo é condenada por humilhar casal em jantar no Mais Você

Bolsonaro manda duro recado a Renan Calheiros e à Globo


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Lista inclui equipamentos médico-hospitalares para diagnósticos e itens para o tratamento de várias doenças

BRASIL

Declaração foi dada pelo presidente durante entrevista ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes

BRASIL

Políticos de centro-esquerda da Itália discordam da iniciativa

BRASIL

Partido estaria disposto a aceitar exigências do presidente

Anúncios