Pronunciamento Do Presidente Da República Em Exercício Hamilton Mourão Pronunciamento Do Presidente Da República Em Exercício Hamilton Mourão

Mourão: ‘Governo Bolsonaro Teve Fim Melancólico. Tínhamos Que Ter Reconhecido A Derrota’

Senador Hamilton Mourão classifica fim do Governo Bolsonaro como ‘melancólico’ em entrevista ao UOL

Durante uma entrevista para o site UOL, o senador Hamilton (Republicanos-RS) declarou que o encerramento do de Jair (PL) foi melancólico. As declarações foram dadas pelo político na tarde de segunda-feira (11).

Na entrevista, o ex-vice-presidente da República expressou que o governo anterior deveria ter admitido a derrota nas urnas.

“Acho que o governo teve coisas muito boas e, no final, teve esse fim que considero melancólico. Não fiquei satisfeito com o final do nosso governo”, afirmou Mourão ao UOL.

“Tínhamos que ter reconhecido a derrota. Perdemos por pouco, mas perdemos. Tinha que ter dado uma resposta clara: perdemos agora, mas vamos melhorar para voltar mais forte em 2026. Acho que isso é do jogo democrático”, disse o senador.

‘Golpe pra mim não tem minuta’

Mourão expressa sua crença de que a elaboração de uma minuta, conforme indicado pelas investigações da Polícia Federal sobre atos golpistas do governo Bolsonaro, não constitui um golpe de Estado.

“Tentativa de golpe é como Hugo Chávez fez em 1992, na Venezuela, quando mobilizou a tropa dele, atacou o palácio presidencial e atacou a residência do presidente da República. Isso é tentativa de golpe. O resto é só discussão”, afirmou.

“Golpe, para mim, não tem minuta […] Se o presidente iria me apresentar, ou não, julgo que esse assunto, como nunca foi discutido, não tenho como chegar e dizer que ia olhar e ler. Não tratamos disso.”

Freire Gomes tentou manter Exército unido, diz Mourão

O ex-comandante do Exército Marco Antônio Freire Gomes foi defendido pelo senador que, na sua opinião, considerou-o bem-sucedido por manter a união do Exército.

“Freire Gomes assume o comando do Exército em 2022, já no tumulto da comissão junto do TSE, e ele procurou manter o Exército unido em um momento de ‘disse me disse’. Acho que ele foi bem-sucedido nisso.”

O senador expressou também sua discordância com os papéis de Mauro Cid no governo, apontando-o como o elo mais fraco no processo relacionado à suposta tentativa de golpe de Estado para manter Bolsonaro no poder.

“Cid é a parte mais fraca neste processo. É um oficial jovem, brilhante, que conheço desde criança […] Tinha uma carreira extraordinária e estava pronto para ir para os fazer um curso, quando Bolsonaro o chamou para ser ajudante de ordem”, afirmou.

“Ele teve uma série de funções que lhe foram dadas, que não concordava por ele ser um oficial da ativa participando de atividades políticas”, disse. “Não vejo questão de [Mauro Cid] entregar [Bolsonaro]. Ele é a parte mais fraca […] A carreira dele acabou, para a qual ele se preparou.”

‘Bolsonaro não me chamava nem pro cafezinho’

Mourão reiterou novamente que após as eleições, ele e Bolsonaro não tem conversado mais.


Veja também

  1. A inversão pessoal do Morão causou inveja, “um general ter que bater continência ao capitão não daria certo” mesmo sabendo que Bolsonaro era Presidente. Foi um relacionamento obscuro. Que pena !

  2. Mourão não me decepcionou, porque nunca acreditei nele. Teve que engolir o “Capitão” batendo continência à ele e não escondendo sua inveja, transparente. Se tivesse sido leal a Bolsonaro,com certeza ,seria nosso presidente,depois dos mandatos do Capitão. Moro e Mourão,logo estarão no ostracismo político, quem viver,verá.

  3. Nunca confiei nesse índio!! Porém , há de se endossar cada palavra do Mourão nessa entrevista.
    Fato é que Bolsonaro sempre agiu como um piá pansudo em momentos que não deveria.

    Fato é que colocou pilha na direita das ruas e depois fugiu como um rato rumo aos Estados Unidos traindo todos nós.

    Fato é que nos abandonou e agora lembra de nós por estar precisando de público nas ruas.

    Por fim, anda por aí com o bolso abarrotado de dinheiro público com três aposentadorias mais dinheiro do PL, dando uma de pobre e passando vaselina no traseiro de todos.

    REPITO:
    POLÍTICO NENHUM VALE NADA!!! TODOS CANALHAS E TRAIDORES!!!

    1. Concordo plenamente , foi o Presidente mais odiado pela esquerda , correto , etico , nao teve acusação de desvio de conduta , roubo , para finalizar Bolsonaro e um perigo para esquerda onde coloca os pés a grama seca
      saudaçoes

  4. É um milico melancia ou pior. Como se pode aceitar um resultado se lhe é negado a conferência da apuração? Não precisa ser brilhante para entender isso, mas pode ser atitude de golpista. A ditadura do judiciário está clara, como esse verme não reconhece isso. Aí tem. Isso

    1. Esses Mourão ê um melancia podre , BOLSONARO errou sim de ter chamado ele pra vice Deveria twr chamado Magno Malta ai sim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *