STF STF

Maioria dos brasileiros acredita que STF ‘incentiva a corrupção’

O levantamento foi feito pelo instituto de Pesquisa Genial/Quaest

Segundo o instituto de pesquisa Genial/Quaest, 74% dos brasileiros pensam que o Tribunal Federal (STF) “incentiva a corrupção” ao anular penalidades da operação Lava Jato. Os dados da pesquisa foram revelados neste domingo, 3.

O levantamento ocorreu entre os dias 25 e 27 de fevereiro. Foram entrevistados dois mil indivíduos com idade superior a 16 anos.

Entre homens (79%), residentes na Região Sul (80%) e eleitores do ex-presidente (PL) em 2022 (85%), foram registradas as maiores taxas de desaprovação do STF.

Dez Anos da Operação Lava Jato: Aniversário em 17 de Março

A força-tarefa da Polícia Federal completará dez anos no próximo dia 17. Recentemente, ministros do STF tomaram decisões que suspenderam multas provenientes de acordos de leniência, anularam condenações e arquivaram investigações.

A suspensão do pagamento das multas dos acordos de leniência da antiga Odebrecht (atual Novonor) e da J&F com o Ministério Público Federal, tomada pelo ministro em setembro de 2023, é um exemplo disso.

A decisão do ministro foi contestada pelo Ministério Público de e pela Associação Nacional de Procuradores da República. Os recursos estão sendo analisados.

Toffoli declarou que a detenção do presidente Luiz Inácio da Silva constituiu uma “armação” e “um dos maiores erros judiciários da história do país”. Em 2021, no contexto da operação, o STF invalidou as sentenças de Lula, o que pavimentou o caminho para a candidatura do petista em 2022.

Políticos também foram beneficiados pelo STF

Decisões do ministro favoreceram, além das empresas, outros réus da Operação Lava Jato. Entre eles, encontram-se o ex-governador do Paraná, Beto Richa, o ex-senador de Alagoas, Fernando Collor, e o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. As informações são da Revista Oeste.


Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *