Michele Bolsonaro Michele Bolsonaro

Michelle Bolsonaro anuncia processo contra militantes petistas por “ameaças covardes”

Militante do PT falou sobre ‘destruir politicamente’ a ex-primeira-dama

Michelle , ex-primeira-dama e atual presidente do PL Mulher, anunciou que irá entrar com processos legais contra militantes do PT. Ela justifica essa medida alegando ter sido alvo de “ameaças covardes”.

“Informo que as ações judiciais cabíveis já foram iniciadas”, afirmou Michelle, em uma publicação no Instagram, nesse domingo 14. “Diante do histórico violento da militância da esquerda, as medidas preventivas de segurança foram reforçadas.”

A antiga primeira-dama também fez referência a um Salmo da Bíblia. Michelle divulgou o Salmo 91, do verso 8 ao 11.

“Somente com os teus olhos contemplarás e verás o castigo dos ímpios”, afirmou Michelle. “Pois disseste: O Senhor é o meu refúgio. Fizeste do Altíssimo a tua morada. Nenhum mal te sucederá, praga nenhuma chegará a tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordens ao teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos.”

O ocorrido entre Michelle e Militantes do PT

Em uma transmissão ao vivo com José Genoino, ex-representante federal e ex-líder nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), a ativista Elenira Vilela expressou a ideia de “destruir politicamente” a ex-primeira-dama . Segundo Vilela, a aniquilação da oponente poderia ocorrer “quiçá de outras formas”.

Elenira atua como coordenadora no Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Básica Profissional e Tecnológica. Durante uma transmissão ao vivo realizada em 22 de dezembro de 2023, a ativista expressou a “necessidade” de tomar medidas contra Michelle. No entanto, foi na última semana que suas palavras ganharam destaque e se espalharam rapidamente nas redes sociais.

De acordo com Elenira, que concorreu à posição de vereadora em Florianópolis pelo PT em 2020, Michelle está se tornando uma “força política em ascendência”. Na opinião da petista, a esposa de possui uma “capacidade de comunicação zilhões de vezes melhor” à do ex-chefe de Estado.

“Ela [Michelle] é uma carta-chave”, disse a militante petista. “E se a gente não arrumar um jeito de destruir ela politicamente, e quiçá de outras formas, jurídica, por exemplo, comprovando os crimes e tornando ela também inelegível, nós vamos arrumar um problema para a cabeça.”

Em fevereiro de 2023, Michelle Bolsonaro tornou-se a presidente do PL Mulher. O evento marcou sua introdução na política partidária do Brasil. Até agora, não se sabe qual posição ela pode concorrer, nem se ela planeja, por exemplo, envolver-se ativamente nas eleições municipais deste ano. As informações são da Revista Oeste.


Veja também

  1. Esse povo da extrema esquerda não sabe disputar uma eleição, eles só sabem eliminar o oponente porque só ganham quando destrói, elimina a pessoa ou fraude. Faça seu melhor e dispute uma eleição limpa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *