Siga-nos em

Buscas no site

Novo Estudo Sugere Que A Vacinação Torna Você Mais Suscetível Ao COVID 19 Nos Dias Após A Vacina
Novo Estudo Sugere Que A Vacinação Torna Você Mais Suscetível Ao COVID 19 Nos Dias Após A Vacina
Novo Estudo Sugere Que A Vacinação Torna Você Mais Suscetível Ao COVID 19 Nos Dias Após A Vacina

Artigos

Novo estudo sugere que a vacina deixa mais suscetível ao COVID-19 nos dias após a vacina

“O estudo PHE encontrou um aumento de 48% nas infecções 4-9 dias após a vacinação no grupo acima de 80 anos tratado com a vacina de mRNA da Pfizer antes de 4 de janeiro”

Semana passada dois estudos encontraram um aumento no risco de infecção por COVID-19 na semana após a primeira dose da vacina.

Alterações pós-vacinação na contagem de linfócitos ao longo do tempo. Fonte: Nature

Um estudo PHE encontrou um aumento de 48% no risco de infecção no grupo com mais de 80 anos, 4-9 dias após receber a primeira dose da vacina Pfizer (ver tabela abaixo). E a autorização de uso de emergência da FDA americana para a vacina Pfizer encontrou 40% mais “suspeita de COVID” na primeira semana após a vacinação em comparação com o grupo de controle. Como uma possível explicação, nos testes da vacina Pfizer foi encontrada supressão na contagem de linfócitos nos primeiros dias após o tratamento (ver gráfico acima), aumentando potencialmente a suscetibilidade.

O estudo PHE encontrou um aumento de 48% nas infecções 4-9 dias após a vacinação no grupo acima de 80 anos tratado com a vacina de mRNA da Pfizer antes de 4 de janeiro

Agora, um novo jornal da Dinamarca fez uma descoberta semelhante. Rastreando cada vacinação dada a residentes de lares de idosos, ele encontrou um aumento de 40% no risco de infecção nos 14 dias após a primeira dose da Pfizer (ver tabela abaixo). (Em última análise, ele encontra uma eficácia da vacina de 64% para residentes de asilos uma semana após a segunda dose.)

Isso explica por que houve numerosos relatos de surtos em casas de saúde logo após a vacinação? Seria por isso que o Dr. Hervé Seligmann encontrou uma elevada taxa de mortalidade entre pessoas vacinadas em Israel ?

Alguém no governo ou na MHRA está fazendo essas perguntas, mesmo que seja apenas para descartar quaisquer problemas?

Pessoalmente, eu ficaria tranquilo em ver a taxa de mortalidade geral de pessoas vacinadas e não vacinadas ao longo do tempo. Não consigo entender por que não é rotina coletar e publicar esses dados. Essa seria a maneira mais direta de estabelecer se existe ou não um problema potencial que precisa ser tratado em relação à segurança da vacina em curto prazo.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O governo publicará esses dados?

Fonte: medrxiv.org


A Pfizer, em alta com o lançamento da vacina contra COVID-19, paga ao CEO Bourla US $ 21 milhões em 2020

Novos casos de coágulos sanguíneos após vacinação com AstraZeneca – Noruega exige atenção plena

Mortes após vacinação na Itália: lote da vacina AstraZeneca confiscado

O COI afirma ter recebido uma ‘oferta amável’ do Comitê Olímpico Chinês para fornecer a vacina Covid aos futuros participantes dos Jogos Olímpicos


Propaganda. Role para continuar lendo.
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Dessas pessoas, duas tinham recebido apenas a 1ª dose da AstraZeneca, 11 as duas doses da AstraZeneca e 31 pessoas tinham recebido as duas...

Artigos

226 casos entre pessoas com menos de 30 anos podem se encaixar na definição de trabalho da agência de inflamação cardíaca pós-vacina, o vice-diretor...

Artigos

Os bebês mostram fortes respostas imunológicas ao SARS-CoV-2, descobriu uma nova pesquisa.

Artigos

Quase um terço dos 42 britânicos que morreram até agora de Covid (cepa indiana) foram vacinados com duas vezes, revelou um novo relatório.

Anúncios