Siga-nos em

Buscas no site

Bia Kicis Reclama Da Pressão Do TSE Contra O Voto Auditável
Bia Kicis Reclama Da Pressão Do TSE Contra O Voto Auditável
Bia Kicis Reclama Da Pressão Do TSE Contra O Voto Auditável

BRASIL

Bia Kicis reclama da “pressão” do TSE contra o voto auditável

Congressista também criticou estratégia que promoveu troca de congressistas que eram favoráveis à medida

Congressista também criticou estratégia que promoveu troca de congressistas que eram favoráveis à medida

Durante a manifestação realizada neste domingo (1°), em Brasília, a favor do voto impresso auditável, a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) criticou ministros do TSE e do Supremo Tribunal Federal (STF) e disse que a eles não compete decidir como será a apuração dos votos. A parlamentar reclamou da pressão que vem do Judiciário.

– A pressão é muito grande. Quando nós aprovamos o tema em comissão tínhamos 33 votos a 5. Os parlamentares eram todos favoráveis. Mas a pressão que vem do TSE é muito grande – disse a deputada, em referência à aprovação da admissibilidade da PEC na CCJ em 2019.

A apreciação do tema foi travada pelo então presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Mas o atual, Arthur Lira (PP-AL), decidiu autorizar a formação da Comissão Especial para tratar do voto impresso. Inicialmente, havia maioria para aprovar a PEC na Comissão. Mas diversos partidos trocaram congressistas favoráveis por opositores do tema.

– Numa comissão de 34 parlamentares, uns 28, 30 eram favoráveis. O que eles fizeram, eles trocaram os integrantes. Eles colocaram deputados para pagar missão, para derrotar a PEC. Mas nós podemos com a força do povo nas ruas. Nós podemos virar esse placar – destacou Kicis.

Por fim, a deputada, que atualmente também é presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara, afirmou que o voto impresso auditável “não é birrinha de bolsonarista”, mas que a medida é “a arma do povo”.

Propaganda. Role para continuar lendo.

– Respeitem o povo, ministro do Supremo e do TSE não recebeu voto de ninguém, não tem que decidir como vai ser a apuração. Nós queremos voto impresso auditável já. Contagem pública do voto já – completou a deputada.


Moraes nega pedido para Kicis testemunhar a favor de Silveira

Atos pelo voto auditável enchem ruas de várias cidades pelo Brasil

Barroso diz que apontar fraude é “não aceitar a democracia”

Barroso indica música de Chico Buarque e Zambelli rebate: ‘Cale-se’


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Presidentes da Câmara e do Senado falaram sobre a iniciativa do presidente de apresentar proposta sobre exclusão de conteúdo nas redes sociais

BRASIL

Alvo de Ciro Nogueira é o governador petista do Piauí, que durante meses anunciou o imunizante

BRASIL

O objetivo é ampliar o acesso à rede pública federal de ensino

BRASIL

Parlamentar quer que o Supremo obrigue o presidente da CCJ, Davi Alcolumbre (DEM-MG), a pautar a sabatina de André Mendonça na comissão

Anúncios