Siga-nos em

Buscas no site

Governo De Uganda Proíbe Twitter No País Após Censura E Interferência Eleitoral
Governo De Uganda Proíbe Twitter No País Após Censura E Interferência Eleitoral
Governo De Uganda Proíbe Twitter No País Após Censura E Interferência Eleitoral

MUNDO

Governo de Uganda proíbe Twitter no país após censura e interferência eleitoral

O presidente Museveni é conhecido como um cristão devoto e tem sido alvo de animosidade de governos ocidentais e corporações globais por sua ferrenha oposição ao homossexualismo.

O presidente Museveni é conhecido como um cristão devoto e tem sido alvo de animosidade de governos ocidentais e corporações globais por sua ferrenha oposição ao homossexualismo.

O governo de Uganda desativou o Twitter dentro de suas fronteiras por interferência eleitoral, dias depois que o oligarca Jack Dorsey tomou a iniciativa de suspender contas de apoio ao presidente Yoweri Museveni.

O presidente Museveni é conhecido como um cristão devoto e tem sido alvo de animosidade de governos ocidentais e corporações globais por sua ferrenha oposição ao homossexualismo. A eleição de Uganda está marcada para quinta-feira, e o estado suspendeu os serviços do Facebook e Twitter por preconceito sistêmico contra seu Movimento de Resistência Nacional.

“Essa rede social de que você está falando, se quer funcionar em Uganda, deve ser usada de forma equitativa por todos que a desejam ” , disse Museveni sobre o Twitter e o Facebook. “ Se você quiser tomar partido contra o Movimento de Resistência Nacional, esse grupo não vai operar em Uganda. ”

A plataforma Big Tech começou a reclamar depois de enfrentar as consequências da censura, convenientemente descartando a realidade de que eles estavam envolvidos em uma ampla campanha para censurar figuras associadas ao presidente Museveni, poucos dias antes de uma eleição nacional.

Propaganda. Role para continuar lendo.

A agência de supervisão de comunicações do país ordenou que os provedores de serviços de Internet bloqueiem o serviço para as plataformas de mídia social ocidentais como forma de minar suas capacidades.

“A Comissão de Comunicações de Uganda orienta suspender imediatamente qualquer acesso e uso, direto ou não, de todas as plataformas de mídia social e aplicativos de mensagens online em sua rede até novo aviso ” , dizia uma carta do estado aos ISPs.

O governo de Uganda está liderando o mundo na oposição ao domínio das corporações ocidentais e garantindo a integridade da democracia em Uganda.

Veja o que disse o comunicado do Twtter:

PayPal bloqueia site de crowdfunding cristão GiveSendGo

Conta do Twitter verificada lamenta morte de Elias Maluco

Twitter censura ativista conservador por ‘atacar’ pedófilos

Cartoon Network lança anúncio que ensina crianças a ser ‘antirracistas’


Propaganda. Role para continuar lendo.
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Nesta sexta-feira, o jornalista Alexandre Garcia foi desligado da emissora por defender tratamento precoce contra Covid-19

BRASIL

Analista político foi demitido da CNN Brasil por defender o tratamento precoce

BRASIL

Deputado se manifestou a respeito do desligamento de Alexandre Garcia da CNN

BRASIL

Eli Borges rechaçou proibição de ida de missionários a terras indígenas

Anúncios