Siga-nos em

Buscas no site

Privatização Dos Correios Contra O Monopólio Estatal E Privado
Privatização Dos Correios Contra O Monopólio Estatal E Privado
Privatização Dos Correios Contra O Monopólio Estatal E Privado

BRASIL

Privatização dos Correios: contra o monopólio estatal e privado

A privatização dos Correios é urgente! Porém, o consumidor quer, além da eficiência de uma empresa privada, o poder da escolha.

Concorrência urgente

Uma empresa do tamanho dos correios não pode ficar na mão de apenas uma empresa privada. Fato! A estatal deve ser privatizada com a máxima urgência, na verdade, já deveria ter sido privatizada. Mas isso não significa vendê-lo sem um critério justo que possa garantir uma competitividade mínima no setor.

Basta olhar as notícias dos possíveis interessados em sua aquisição

Segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, há cinco empresas interessadas na privatização dos Correios

“O importante é que já tem cinco players interessados. O Magalu é um deles, a Amazon, a DHL e Fedex. Já tem pessoas, grupos interessados na aquisição dos Correios, então isso é importante, porque não teremos um processo de privatização vazio”, afirmou.

O ministro ainda destacou as dificuldades de privatizar, mas enfatizou que a empresa é saudável:

“Tem empresas interessadas em ocupar esse espaço, e elas sabem que você recebe o bônus e o ônus também, mas é uma empresa saudável. ”

Segundo Fábio, as constantes greves tem prejudicado a imagem dos Correios:

“Eu nem entrei no mérito da greve, quem debateu isso foi o próprio presidente dos Correios. Acho que isso (a greve) foi muito ruim para eles, porque é um momento em que todos precisam dar o melhor de si. ”

A solução pode ser dividir os Correios

Talvez a mais interessante solução para privatizar os Correios sem prejudicar o consumidor seria dividi-lo e vendê-lo a duas ou mais empresas. O governo e o congresso podem criar uma solução jurídica capaz de garantir que a venda dos Correios seja benéfica para o consumidor e para os futuros controladores da empresa. A viabilidade em uma operação como a sugerida deve ser feita juntamente com os possíveis interessados na estatal. Uma estatal desse porte não deveria ser vendida para uma única empresa. Quando se fala em Correios, a preocupação deveria ser ainda maior, pois atinge milhões de pessoas e pequenas empresas que dependem desses serviços diariamente. Uma empresa como os Correios controlada por grandes varejistas ou marketplaces poderia deixar a balança ainda mais desfavorável aos pequenos empresários do Brasil.

A privatização dos Correios é urgente! Porém, o consumidor quer, além da eficiência de uma empresa privada, o poder da escolha.

Atualmente não temos escolha e muito menos a eficiência.  

Magazine Luiza E Sua Agenda Esquerdista De “Boas Intenções”

Muitas empresas estão apostando no marxismo para a vitória da guerra cultural

Biden promete aumentar os impostos sobre os americanos que ganham mais de US $ 400.000 por ano

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Útimas

ENTRETENIMENTO

O Cartoon Network lançou um anúncio de serviço público com o objetivo de ensinar as crianças como ser “anti-racistas”.

Artigos

A filha de He, Li Qi, “ficou paralisada e foi diagnosticada com uma doença neurológica após receber vacinas chinesas defeituosas

MUNDO

Glenn Greenwald sai do The Intercept por causa da 'censura' do artigo de Hunter Biden

MUNDO

A notícia, que chega apenas cinco dias antes da eleição, pode aumentar as chances de reeleição do presidente Donald Trump

MUNDO

Pessoas em toda a Polônia pararam de seus empregos e aderiram aos protestos como parte de uma greve nacional convocada para protestar contra uma...

Você pode gostar

MUNDO

A notícia, que chega apenas cinco dias antes da eleição, pode aumentar as chances de reeleição do presidente Donald Trump

ECONOMIA

Nunca antes na história do mercado de ações dos Estados Unidos houve uma desconexão tão grande entre a realidade econômica e os preços das...

Artigos

Ao contrário do populismo e da demagogia, a receita chilena nos últimos quarenta e cinco anos foi o respeito à propriedade privada e à...

BRASIL

eduzimos 90% de nossos negócios. Estamos abertos todos os dias desde a reabertura em junho, mas reduzimos nosso horário. ”