Siga-nos em

Buscas no site

MPF Abre Ação Contra Associação Que Defendeu Tratamento Precoce
MPF Abre Ação Contra Associação Que Defendeu Tratamento Precoce
MPF Abre Ação Contra Associação Que Defendeu Tratamento Precoce

BRASIL

Perseguição: MPF abre ação contra associação que defendeu “tratamento precoce”

A ação exige pagamento de indenização pela associação no valor sugerido de R$ 10 milhões como forma de reparação por potencial danos à saúde e à moral coletiva.

A Médicos pela Vida Covid-19 publicou um manifesto defendendo o uso de medicamentos que não têm comprovação científica

O Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul ajuizou uma ação civil pública contra a associação Médicos pela Vida Covid-19, por publicar um manifesto que defende o “tratamento precoce” contra o coronavírus. Os procedimentos não têm “eficácia científica” comprovada nem aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O manifesto em questão havia sido divulgado no jornal Zero Hora no dia 23 de fevereiro, como um informe publicitário que, segundo o MPF, contraria a legislação e o ato normativo que tratam da propaganda e publicidade de medicamentos.

A ação exige pagamento de indenização pela associação no valor sugerido de R$ 10 milhões como forma de reparação por potencial danos à saúde e à moral coletiva.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Para o MPF, a Médicos pela Vida induziu a população a acreditar que o “tratamento” em questão é suficiente para minimizar a disseminação do vírus e atingiu a honra dos profissionais que não recomendam tais medicamentos, o que pode indicar uma infração ética.

Dados da OMS: A ivermectina reduz a mortalidade por COVID em 81%

Além da indenização, a ação civil pública requer que a associação retire do seu site o manifesto publicado por meio do informe publicitário e todas as demais informações que contrariam a legislação e atos normativos.

Fonte: Metrópoles

Propaganda. Role para continuar lendo.

Censura: Justiça de SP proíbe governo de promover tratamento precoce

Censura: Twitter remove posts de críticas à Índia por gestão da pandemia

Partido Conservador da Alemanha da Baviera pede estudos clínicos sobre ivermectina

Estudo no Peru: Ivermectina reduz 14 em vezes o excesso de mortes em todo o país


Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Dessas pessoas, duas tinham recebido apenas a 1ª dose da AstraZeneca, 11 as duas doses da AstraZeneca e 31 pessoas tinham recebido as duas...

Artigos

226 casos entre pessoas com menos de 30 anos podem se encaixar na definição de trabalho da agência de inflamação cardíaca pós-vacina, o vice-diretor...

Artigos

Os bebês mostram fortes respostas imunológicas ao SARS-CoV-2, descobriu uma nova pesquisa.

Artigos

Quase um terço dos 42 britânicos que morreram até agora de Covid (cepa indiana) foram vacinados com duas vezes, revelou um novo relatório.

Anúncios