Siga-nos em

Buscas no site

Coroas De Flores Fúnebres F
Coroas De Flores Fúnebres F
Coroas de flores fúnebres Foto: Estadão Conteúdo/Aloisio Maurício

BRASIL

STJ vai comprar flores fúnebres “antecipadas” para autoridades

Tribunal abriu licitação para compra de 30 unidades do adereço

Tribunal abriu licitação para compra de 30 unidades do adereço

Nesta segunda-feira (20), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu uma licitação para a compra de 30 coroas de flores “nobres” fúnebres, que serão entregues em caso de falecimento de autoridades do país. Cada unidade custará, em média, R$ 352,32, resultando em cerca de R$ 10.569,75 no valor total do pregão.

No edital, há todas as especificações das características dos itens, como “flores nobres frescas e com boa aparência, como, por exemplo, rosa, crisântemo, antúrio, lisianto, gérbera, copo-de-leite, lírio, margarida e folhagens verdes, acompanhadas de faixa com frase de homenagem personalizada em letras douradas”.

Metade das das 30 unidades se destinarão o Distrito Federal. Já a outra metade será entregues em todo o território nacional, em endereço a ser indicado pelo STJ. O contrato tem vigência de um ano.

Propaganda. Role para continuar lendo.

De acordo com a assessoria do órgão, o cálculo da quantidade necessária de coroas de flores para 12 meses, foi feito com base na quantidade entregue no ano passado.

Os adereços serão direcionados apenas a integrantes de primeiro escalão dos poderes Executivo, Legislativo, e Judiciário, como ministros, ministros aposentados, presidente da República e chefes do Congresso.


Ministra do STJ nega salvo-conduto a PMs no 7 de setembro

Juíza contraria STJ e mantém prisão de incendiário de estátua

Mesmo com sessões remotas STJ gastará cerca de R$ 42,7 mil com Togas Novas

Médica que postou “facada mal dada” contra Bolsonaro tem inquérito arquivado


Propaganda. Role para continuar lendo.
Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

BRASIL

Deputada acionou Justiça após ser vítima de injúria e ameaças

BRASIL

Anderson Campos se referiu à apresentadora como "assediadora de menores"

BRASIL

Deputado sofreu lesão no joelho em junho

Artigos

Conrado Hübner Mendes é acusado de injúria, calúnia e difamação

Anúncios