Siga-nos em

Buscas no site

As Máscaras Nos Colocam Em Um Estado De Obediência
As Máscaras Nos Colocam Em Um Estado De Obediência
As Máscaras Nos Colocam Em Um Estado De Obediência

MUNDO

As máscaras nos colocam em um estado de obediência

Quais são as razões para usar uma máscara facial, elas fazem sentido e o que nossa obediência ou resistência diz sobre nós?

Quais são as razões para usar uma máscara facial

As máscaras faciais devem ser usadas no Brasil em locais públicos por ordem do Estado. Exploraremos as razões pelas quais as pessoas podem obedecer ou resistir a essa imposição. Quais são as razões para usar uma máscara facial, elas fazem sentido e o que nossa obediência ou resistência diz sobre nós?

O estado é um estado de espírito

O Estado é um sistema de crenças. É uma fé, mais ou menos como uma religião. Não há nada intrinsecamente errado com a fé. Isso não significa necessariamente que a crença em si seja “errada”. A fé pode ser uma força poderosa para o bem. Tudo depende de qual é a crença.

Se sua fé dita que você trate a todos com amor, compaixão e respeito, então sua crença está “certa”. Se você vive de acordo com sua fé, então você está vivendo na verdade, independentemente de qual divindade você segue.

No entanto, se sua fé ensina que você é melhor do que os “não crentes”, e que sua verdade é a única e que aqueles que não seguem suas crenças, ou sua divindade, merecem ser punidos, você está “errado”. Você não está vivendo em harmonia com a verdade. 

Pessoas que acreditam no Estado são chamadas de estatistas. Aqueles que não o fazem, geralmente são considerados anarquistas. Para os estatistas, o anarquista é desprezado. A vida sem seu estado é inimaginável, portanto, aqueles que desejam viver sem ele devem ser maus. O anarquista há muito é insultado pelos estatistas como o subversivo perigoso.

Apesar do mito perpétuo de que “anarquia” é sinônimo de “caos”, não é isso que anarquia significa. A anarquia abrange uma ampla gama de perspectivas políticas, econômicas e sociológicas com uma semelhança. O Estado é considerado prejudicial e desnecessário.

Para os estatistas, a ausência do Estado deve significar “caos”. Um livre para todos sem lei, sem seguridade social, sem saúde, sem infraestrutura e sem regras. Isso é o oposto da anarquia. A anarquia não é uma sociedade sem regras. É uma sociedade sem governantes.

Todas as religiões têm seus representantes. Existem cardeais, bispos, pastores e rabinos etc. Eles são talvez as vozes principais, mas não são os únicos representantes. Existem enviados, missionários, evangelistas de TV, correspondentes religiosos e assim por diante.

O Estado não é diferente. Temos políticos e conselheiros governamentais, como as vozes principais, mas também há porta-vozes de ONGs, dirigentes sindicais, ortodoxia acadêmica e científica, senhores e senhoras, CEOs multinacionais, banqueiros centrais, líderes empresariais e muito mais. Destes, os mais poderosos, em termos de sua capacidade de formar a opinião pública, são os principais meios de comunicação (A grande mídia).

Princípio básico da fé no estado

O princípio básico da fé do estatista é que um pequeno grupo de pessoas está em melhor posição para dizer a todas as outras o que fazer. Esta é uma crença na autoridade hierárquica absoluta.

Não há nada de errado com a autoridade hierárquica. É difícil ver como poderíamos organizar algo mais do que um churrasco sem ele. A questão é sobre como conviver numa sociedade onde os estatistas e os anarquistas divergem.

Quando você precisar de um médico, cede temporariamente a ele a sua autoridade. Você acredita que eles sabem mais sobre ciência médica do que você, então permite que tomem decisões sobre sua saúde e sigam seus conselhos. No entanto, fora da sua área de saúde, você não dá permanentemente sua autoridade ao seu médico. Quando você compra um carro, não liga para seu médico para pedir permissão.

Geralmente, na vida, cedemos nossa autoridade a outras pessoas, caso a caso. Nossa autoridade, em todas as outras decisões, permanece intacta. Mantemos nossa soberania individual.

A maioria das pessoas entende isso. Podemos ficar na defensiva, até mesmo agressivos, se sentirmos que outra pessoa está nos dizendo o que fazer quando não lhes demos nossa autoridade específica para isso.

Ainda assim, por alguma razão, quando se trata do Estado, os estatistas dão a esse grupo de pessoas autoridade absoluta sobre todos os aspectos, não apenas da sua própria vida, mas da vida de todos. Assim como a religião é frequentemente baseada na crença em seres supremos, que têm poder ou influência sobre a vida do devoto, o estatismo aceita que essas pessoas especiais “selecionadas” tenham poder e influência sobre todos os aspectos da vida do estatista.

Na maioria das religiões, você oferece orações à sua divindade, reconhecendo sua fé. Os estatistas oferecem votos para ceder sua soberania e autonomia individual ao Estado. Este não é um acordo temporário. Em quem você votar, você obtém o estado permanente.

A autoridade do Estado vem inteiramente do estatista. Sem sua crença, não seria nada. Independentemente de quaisquer outras ideologias concorrentes que os estatistas possam seguir, a confiança na legitimidade da autoridade hierárquica absoluta é universal.

Essa confiança não é compartilhada pelo anarquista. O poder corrompe absolutamente, na visão dos anarquistas, e a história o demonstra. É muito melhor reter sua própria soberania e delegar autoridade temporariamente, dependendo de suas necessidades no momento. Assim como fazemos quase todos os dias. A anarquia pode ser considerada a forma como organizamos a sociedade em nosso dia a dia. Não precisamos de um Estado abrangente para controlar quem encontramos, para onde vamos, para quem trabalhamos, negociamos ou ouvimos conselhos. Podemos e devemos ordenar nossa sociedade apesar da interferência do Estado, não por causa dele

O estado repressivo

O Estado nos tira dinheiro à força para gastá-lo em suas prioridades. Se precisamos construir uma estrada, o Estado usa nosso dinheiro para contratar um empreiteiro privado para construí-la. Por que precisamos de intermediários, pergunte aos anarquistas. Então eles podem pegar sua parte?

O Estado não pega nosso dinheiro apenas para construir estradas e hospitais. A autoridade hierárquica absoluta sobre tudo leva também a corrupção, opressão e guerra. Nós sabemos disso, a história nos ensina esse fato. No entanto, ainda persistimos com a ideia de que, se votarmos mais forte da próxima vez, isso não acontecerá novamente.

É irônico que o estatista frequentemente repreenda o anarquista pelo que eles veem como sua percepção ingênua da natureza humana. Os estatistas afirmam que é inevitável que os corruptos, os violentos e os indignos busquem e explorem o poder. Precisamente o ponto levantado pelos anarquistas, que sugerem que entregar livremente sua autoridade ao enlouquecido pelo poder pode não ser uma boa ideia

O ocidente gosta de pensar que sua sociedade democrática moderna evoluiu para produzir algum tipo de meritocracia igualitária. Não tem.

A desigualdade relativa está pior do que nunca , enquanto, ao mesmo tempo, um pequeno grupo de pessoas cuidadosamente selecionadas nos governa. Nunca escapamos do governo da aristocracia. É que agora pensamos que os elegemos. Nós não. Acabamos de eleger seus representantes.

Por que você está realmente usando uma máscara facial

E assim chegamos ao decreto do Estado de que todos devemos usar máscaras faciais em público. Ostensivamente, tanto para proteger os outros de nossa própria transmissão de SARS-CoV-2 quanto para nos impedir de pegar o vírus mortal. Talvez valha a pena observar, de acordo com estatísticas oficiais, estamos falando de uma doença que supostamente afetou 0,45% e levou à morte de 0,06% de população do Reino Unido.

Se houver riscos à saúde associados ao uso de máscaras faciais, e existem, essa noção de proteção rapidamente se torna um absurdo. No entanto, as pessoas devem ter seus motivos para usar máscara facial. Então, quais são eles?

A primeira pode ser que você seja um estatista. Você acredita que os representantes estaduais (funcionários do governo) sabem mais sobre a realidade do que você. Você confia neles para lhe dizer o que fazer. Aceita a afirmação de que têm conhecimentos especiais e têm em mente os seus melhores interesses e os dos seus concidadãos.

Você deu a eles sua autoridade para controlar sua vida, e a vida de todos os outros, quando participou do ritual de ordenação. Você fez isso quando apertou o botão confirma na urna eletrônica.

Não importa que, usando o suposto sistema democrático, menos de um terço da população determine o que mais de dois terços podem fazer e dizer. É o princípio que importa. O princípio parece ser a regra da turba.

A segunda razão, compartilhada por muitos estatistas e anarquistas, é que você é forçado a fazer o que lhe é dito. Com o monopólio do uso da força, o Estado é o único órgão da sociedade que pode iniciar a força e sair impune.

Embora quase todo mundo diga que é moralmente indefensável usar a força física para obrigar alguém a fazer o que quer que você mande, é surpreendente quantos pensam que está tudo bem em ordenar a força, essa voz ecoa principalmente de pessoas no meio político e principalmente na grande mídia.

No entanto, é o que é. Se você precisa pegar um ônibus ou trem para o trabalho, agora é forçado a usar uma máscara facial. Não porque você acredite que haja alguma razão para isso, mas porque você não conseguirá trabalhar e alimentar sua família de outra forma.

Portanto, se formos honestos conosco mesmos, a menos que sejam convencidos pela ciência, usaremos uma máscara facial no transporte público por dois motivos. Ficamos felizes em aceitar que pessoas especiais que nunca conhecemos têm autoridade exclusiva para nos dizer o que fazer, como um dono de escravos comandaria um escravo voluntário, ou temos medo de que eles usem a força para nos punir ou nos prejudicar se eu não cumpra. Chamamos isso de Estado democrático livre e aberto.

A ciência por trás do uso de uma máscara facial.

O último motivo pelo qual você pode optar por usar uma máscara facial é que você está convencido pelas evidências científicas. Você acredita que usar uma máscara facial barata ou feita em casa irá proteger você e outras pessoas de uma doença que você tem 0,45% de chance de contrair e 99,94% de chance de sobreviver.

Por que você poderia imaginar que a ciência mostra que usar uma máscara facial de baixa qualidade afasta a minúscula ameaça de infecção é difícil de dizer. Para muitos, talvez seja porque isso é o que lhes disse a grande mídia (um órgão do Estado). Porém, o Estado disse outras coisas em outras ocasiões.

O uso de uma máscara facial clínica N95 é desaprovado pelo Estado. Melhor enrolar na cabeça um couro cabeludo, uma bandana, um lenço velho ou uma daquelas máscaras de papel que você costumava comprar no mercado antes que o Estado fechasse todos os feirantes.

Sem dúvida, que novo avanço científico surgiu entre 29 de abril e 4 de junho para convencer o Estado de que usar uma camiseta rasgada no rosto salvará você e outras pessoas do COVID 19? Embora limitado.

Obviamente, as máscaras padrão N95 são mais adequadas para a tarefa do que um pedaço de pano. Então, qual é a evidência científica de que as máscaras N95 podem proteger você, ou outra pessoa, de uma infecção respiratória viral.

Algumas citações:

Jacobs, JL et al. (2009) concluiu:

“Os profissionais de saúde mascarados com N95 (HCW) tinham uma probabilidade significativamente maior de sentir dores de cabeça. O uso de máscara facial em profissionais de saúde não demonstrou oferecer benefícios em termos de sintomas de resfriado ou resfriados. ”

Cowling, B. et al . (2010) encontrou:

“Nenhum dos estudos revisados ​​mostrou benefício no uso de máscara, tanto em profissionais de saúde quanto em membros da comunidade em domicílios (H). ”

bin-Reza et al. (2012) meta-análise descoberta:

“Havia 17 estudos elegíveis. … Nenhum dos estudos estabeleceu uma relação conclusiva entre o uso de máscara ⁄ respirador e a proteção contra a infecção por influenza. ”

Smith, JD et al . (2016) realizou uma metanálise adicional dos estudos disponíveis sobre máscaras faciais. Eles declararam:

“Identificamos 6 estudos clínicos … Na meta-análise dos estudos clínicos, não encontramos nenhuma diferença significativa entre respiradores N95 e máscaras cirúrgicas no risco associado de (a) infecção respiratória confirmada por laboratório, (b) doença semelhante à influenza ou (c) absenteísmo no local de trabalho relatado. ”

Radonovich, LJ et al . (2019) realizou um estudo com profissionais de saúde para avaliar a eficácia relativa de máscaras faciais e respiradores:

“Entre 2.862 participantes randomizados, 2.371 completaram o estudo e foram responsáveis ​​por 5.180 temporadas de HCW. … Entre o pessoal de saúde ambulatorial, respiradores N95 versus máscaras médicas usadas pelos participantes neste ensaio não resultaram em nenhuma diferença significativa na incidência de gripe confirmada por laboratório. ”

Long, Y. et al. (2020) analisaram seis ensaios clínicos randomizados (RCTs) de máscaras faciais para verificar se elas protegiam o usuário ou outras pessoas ao seu redor de qualquer doença respiratória viral. Eles não:

“Um total de seis RCTs envolvendo 9171 participantes foram incluídos. Não houve diferenças estatisticamente significativas na prevenção de influenza confirmada em laboratório, infecções respiratórias confirmadas em laboratório, infecção respiratória confirmada em laboratório e doença semelhante à influenza usando respiradores N95 e máscaras cirúrgicas … O uso de respiradores N95 em comparação com máscaras cirúrgicas não é associado a um menor risco de gripe confirmada por laboratório. ”

São inúteis quando se trata de parar infecções virais

As máscaras faciais funcionam bem para cirurgiões que desejam evitar pingar ou espirrar em seus pacientes, mas são inúteis quando se trata de parar infecções virais. Em termos de prevenção da propagação do COVID 19, não há nenhuma evidência de que eles alcançaram algo.

Até onde se sabe, os vírus se espalham através de minúsculas partículas de aerossol de longo tempo de residência. Os Covid-19 – a vírus em formato de mamona com a qual estamos todos familiarizados – são muito, muito menores do que a trama no tecido, até mesmo das máscaras faciais clínicas N95.

Se sua esperança é se proteger contra uma infecção respiratória viral, cobrir o rosto com uma máscara que você comprou online é tão útil quanto uma bóia salva-vidas de concreto. Então, como o Estado justifica sua política tola? Parece que a análise divulgada pela Royal Society DELVE Initiative em 4 de maio convenceu a SAGE a mudar seu conselho.

Não há estudos RCT em qualquer parte da análise que mostrem qualquer benefício protetor das máscaras faciais para interromper as infecções respiratórias virais. Isso ocorre porque não há nenhum.

No entanto, ele cita alguns artigos e uma série de estudos sobre gotículas de água que se espalham quando você expira, que são obviamente interrompidas quando você cobre o rosto, e algumas declarações do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos. Nada disso é relevante para demonstrar que as máscaras faciais protegem contra infecções respiratórias virais.

Também cita alguns estudos que, novamente, não encontraram nenhum benefício nas máscaras faciais.

Brainard et al . (2020) declarou:

“A evidência não é suficientemente forte para apoiar o uso generalizado de máscaras faciais como uma medida de proteção contra COVID-19.”

O Royal DELVE também cita estudos sem conclusões:

Canini et al . (2010)

“A falta de poder estatístico nos impede de tirar conclusões formais sobre a eficácia das máscaras faciais no contexto de uma epidemia sazonal. ”

Estudos não ofereceram nenhuma conclusão

É impossível ver como o estado concluiu, a partir de suas análises, que as máscaras faciais deveriam ser amplamente utilizadas. Provavelmente é por isso que não o fizeram. Em última análise, eles não ofereceram nenhuma conclusão:

“As máscaras faciais podem ser uma ferramenta importante para contribuir com a gestão da transmissão comunitária da Covid19.”

Eles poderiam, mas quase certamente não o fazem. Nem há qualquer razão para pensar que sim.

Qual o motivo para usar máscaras?

Se você está sentado em um ônibus lutando para respirar através do pano de prato de sua mãe, por favor, pare um momento para racionalizar por que está fazendo isso. Você está fazendo isso porque acredita que o Secretário de Transporte do Estado tem uma visão especial da ‘ ciência’?

Menos de um terço de seus concidadãos concedeu através do voto sua autoridade a ele. Quer você estivesse entre esse número ou não, se você votou, você só tem a si mesmo para culpar. Ao fazer isso, você legitimou o poder dele e agora está sofrendo as consequências.

Você está usando porque reconhece que não fazer isso pode resultar em uma multa, e o não pagamento pode colocá-lo atrás das grades ? Em caso afirmativo, talvez seja hora de reconhecer que você está fazendo isso sob coação. A ameaça de violência é clara e você concordou. É uma oferta que você não pode recusar porque precisa trabalhar. Eles estão com você e não há nada que você possa fazer a respeito. Lembre-se disso da próxima vez que pedirem para você votar em seu candidato a governante.

Você está usando porque foi informado de que a política é conduzida pela ciência? A grande mídia disse que a ciência estava resolvida e você acreditou nisso? Isso sugere que você erroneamente acredita que ele irá protegê-lo de uma doença que não apenas representa virtualmente nenhuma ameaça para você (se você estiver em idade de trabalhar), mas está desaparecendo tão rapidamente que os desenvolvedores de vacinas estão ficando sem cobaias (não que eles precisem de alguma.)

Do seu ponto de vista, talvez você deva aceitar que está usando uma máscara facial sem motivos.

O estado tem vários motivos para forçá-lo a usar máscaras

O Estado, por outro lado, tem algumas ambições muito claras e ordenar que você se amordace é uma parte importante do seu condicionamento operante. Ao usar sua máscara facial sem motivo, você está demonstrando sua obediência ao Estado. Se você se comportar corretamente, alguns aspectos do bloqueio podem ser cancelados. Se não, bem …

À medida que o estado avança com a Grande Restauração, haverá uma ruptura econômica significativa. Como de costume, os tempos vão ser difíceis para a maioria, mas as empresas multinacionais vão se sair muito bem com isso. Se você pensar a respeito, pode ficar com raiva. Portanto, sua fé cega em seus líderes representativos é muito importante para o Estado.

À medida que a situação se deteriora, por necessidade, as pessoas vão resistir. Controlar a maioria dos estatistas, por meio do medo, é vital para o sumo sacerdócio do Estado manter suas reivindicações ilegítimas de elevada moral.

Comicamente, a máquina de propaganda insiste que toda essa devastação se deve ao impacto do coronavírus . Claro que não. É inteiramente o resultado de decisões políticas de bloqueio deliberado do Estado. O objetivo é criar o estado futuro permanente e anormal sendo vendido a você como o novo estado normal. Maduro para a Grande Restauração.

A destruição deliberada da economia, a implosão das comunidades locais, a remoção das liberdades civis, o encerramento de pequenos negócios, a erradicação da rua e o estabelecimento de meios de dissuasão para impedi-lo de socializar e interagir com os outros, não teria sido possível se não tivéssemos todos assustados.

Ciência comportamental é a ciência

Em sua discussão em 23 de março, o subgrupo de ciências comportamentais da SAGE, SPI-B, apresentou um artigo que claramente influenciou a agenda de políticas de bloqueio do Estado. Este parece ser o único aspecto político que foi liderado pela ciência. Mas não é virologia ou epidemiologia, é ciência comportamental voltada para a modificação de seu comportamento. SPI-B afirmou.

“Um número substancial de pessoas ainda não se sente suficientemente ameaçado pessoalmente … O nível percebido de ameaça pessoal precisa ser aumentado entre aqueles que são complacentes. ”

Complacência, para o Estado, é não acreditar inquestionavelmente em tudo o que eles dizem. Se você não aceita sua narrativa, se você rejeita seus decretos e não tem fé em sua autoridade, então você é ‘complacente’. O caminho do Estado é o único. Esta não é uma religião tolerante.

Incutir medo em milhões de pessoas, para garantir que cumpram, requer uma campanha de propaganda em massa. A SAGE foi clara sobre o papel do MSM. Uma que eles cumpriram devidamente.

No Apêndice B do artigo, a SPI-B recomendou o seguinte:

“Use a mídia para aumentar a sensação de ameaça pessoal. ”

Seu senso de ameaça pessoal é a chave para o Estado fazer com que você aceite uma nova ordem mundial. Qual a melhor maneira de convencê-lo do que cobrir o rosto de todos?

Temeroso da doença, desconfiado e confuso, o Estado mostra-lhe um vislumbre do inferno. Somente a súplica total trará sua salvação na forma de uma vacina, passaportes de imunidade e renda básica universal em uma sociedade sem dinheiro. Tudo o que você é, tudo que você faz e tudo que você acredita controlado pelo Estado.

Alguns não aceitam a imposição

Nem todo mundo quer isso, embora pareça que a maioria queira. Portanto, da próxima vez que vir alguém se recusando a usar uma máscara facial, não pense que está fazendo a coisa certa e ela não está, simplesmente porque é você quem está usando a máscara. Se resistem ao chamado do medo, se recusam a distanciamento social e rejeitam a mudança de comportamento, isso não significa que não se importem com você ou com as pessoas vulneráveis.

Com toda a probabilidade, eles se preocupam profundamente. Talvez você deva perguntar a eles por que se recusam a usar a máscara facial do Estado.

ONU é forçada a admitir que vacina financiada por Gates está causando surto de pólio na África

YouTube Removendo Vídeos de Químico que desmente as Pseudociências

A Difícil Matemática Da Demografia

NOVA ORDEM MUNDIAL: Austrália Começa A Prender Cidadãos Que Postam Discussão Sobre COVID Que Não É Consenso

A Catástrofe Da Quarentena

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Útimas

noticias

Assange literalmente recusou a oferta de parar a tortura brutal que está sofrendo em Londres para proteger sua fonte

Artigos

Apesar das vacinas: Mas ainda temos que usar máscaras e distância social. Acostume-se com o novo normal ou acorde.

Artigos

As vespas asiáticas matam pessoas usando apenas seu ferrão, que pode dissolver a carne humana.

MUNDO

Plano socialista para matar moradores do fome: “Não deixe que a comida entre nas cidades”, pode-se ouvir a voz de Morales.

BRASIL

Uma conta do Twitter Verificada lamentou ontem a morte do traficante Elias Maluco, mandante do assassinato do repórter Tim Lopes

Você pode gostar

Artigos

Apesar das vacinas: Mas ainda temos que usar máscaras e distância social. Acostume-se com o novo normal ou acorde.

Artigos

As vespas asiáticas matam pessoas usando apenas seu ferrão, que pode dissolver a carne humana.

BRASIL

A denúncia, segundo o MP, afirma existir ‘forte indício’ de lavagem de dinheiro:Dias após a apresentação da denúncia, Frota apagou sua conta no Twitter

ENTRETENIMENTO

Ela correu até a caixa registradora e simplesmente pirou, socando e chutando antes de correr para o corredor do álcool, onde começou a pegar...